Como o sistema capitalista foi afetado pela pandemia de coronavírus?
Menu & Busca
Como o sistema capitalista foi afetado pela pandemia de coronavírus?

Como o sistema capitalista foi afetado pela pandemia de coronavírus?

Home > Notícias > Mercado > Como o sistema capitalista foi afetado pela pandemia de coronavírus?

A pandemia da Covid-19 veio como uma avalanche expondo as fragilidades desse sistema econômico

No capitalismo se predomina a propriedade privada, busca constante pelo lucro e acumulação de capital, que se manifesta na forma de bens e dinheiro. Estende-se aos campos políticos, sociais, culturais, éticos e muitos outros.

O isolamento social causou impactos significativos na economia, na educação, no meio ambiente e, principalmente, na saúde mundial. A consequência trouxe a baixa no consumo das famílias devido à ausência de renda, causada por elevação no índice de desemprego, pois, com o comércio fechado, principalmente pequenas empresas, muitos empresários optaram por corte de gastos, e o principal deles é o empregado.

Impactos do coronavírus no capitalismo

Economia

A pandemia teve um impacto significativo no mercado econômico, o Brasil já vinha tendo dificuldade para se recuperar economicamente. Com o coronavírus, foi mostrado um quadro mais complicado. Muitas indústrias e comércios, de modo geral, foram à falência ou fecharam seus serviços, por determinações do governo, como forma de prevenção a Covid-19, e pela baixa procura em seus produtos.

Muitos trabalhadores formais ou informais perderam seus empregos e fontes de renda, sendo assim, o governo precisou intervir economicamente, disponibilizando auxílios e benefícios para algumas famílias e empresas, ultrapassando seu teto de gastos. Essa recessão irá impactar diretamente o crescimento do PIB para o Brasil nos próximos anos.

economia covid-19
Os impactos do coronavírus afetaram diretamente a economia mundial. | Foto: Reprodução.

De acordo com o economista, Samuel Dias do Carmo, Membro do Conselho Regional de Economia do Estado de São Paulo, a economia já está começando a se recuperar.

Com a abertura dos comércios nas principais capitais, identificamos um aumento gradual no consumo, e ações do governo barateando o crédito, favorecendo a recuperação econômica. Porém, a qualquer momento, cidades poderão regredir no plano de reabertura e fechar novamente seus principais centros de comércio se a transmissão do vírus não for controlada. Com isso, a retomada da Economia poderá ser afetada novamente, sendo necessário incentivos de renda e crédito pelo Governo, para as pequenas, médias e grandes empresas.

Menciona.

De acordo com a economista Jessica Laís Oliveira, especialista em finanças e investimentos, “A pandemia teve impacto direto na bolsa de valores, principalmente nas áreas em que foi necessária a diminuição ou, até mesmo, a pausa nas atividades para que, assim, fosse respeitada a quarentena, como, por exemplo, empresas de turismo e aviação, sendo as que sofreram maior impacto, porém, a pandemia impactou praticamente todo o mercado de ações, fazendo-as perder valor de mercado.”.

Quando questionados sobre as expectativas para o futuro da economia, os especialistas divergem um pouco suas opiniões:

Os reflexos serão positivos, pois temos uma nova sociedade consumidora. Empresas terão que se adaptar ao novo mundo do consumo tecnológico. Tivemos empresas que se reestruturaram em tempo recorde para manter sua capacidade de faturamento em constância elevação.

O mundo identificou que o setor de saúde deve ser olhado com mais carinho e atenção para não impactar uma economia nacional e mundial em desenvolvimento ou, até mesmo, uma economia desenvolvida.

Afirma Samuel.

Porém, segundo opinião de Jessica após essa pandemia, o país terá um longo caminho até chegar a sua recuperação.

A arrecadação pública caiu e os gastos do governo aumentaram drasticamente, sendo assim, será necessário o aumento dos impostos. A previsão também é de um PIB baixo para os próximos anos. Por conta dessa pandemia, muitas empresas fecharam, gerando muito desemprego e a perda de renda das famílias, onde será necessário o aumento de consumo das famílias de produtos e serviços, para que novas empresas ou antigas surjam, gerando, assim, empregos e giro de capital.

Meio ambiente

O sistema capitalista acaba transformando o meio ambiente em produto, venda e lucro. Produzindo e vendendo pelo máximo, porém, tendo o mínimo possível de prejuízo financeiro a qualquer custo.

De acordo com o portal de saneamento básico, os oceanos recebem, por ano, mais de 25 milhões de toneladas de lixo. Dados divulgados no Fórum Econômico Mundial de Davos estimam que até o ano de 2050 haja mais plástico nos oceanos do que peixes.

Segundo o estudante de geografia, pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), Marlon Vinicíus Ferreira dos Santos, o capitalismo afeta o meio ambiente de diversas formas. “Eu poderia tirar o dia para levantar cada detalhe, ou de que forma ele impacta. Por ser um sistema baseado na produtividade, extração e utilização dos seus recursos ao máximo, ele vai estar sempre em busca de novas fronteiras para exploração. Sendo um grande motivador para o desmatamento no nosso país”.

A pandemia tem sido um grande momento de reflexão e crítica a este modelo, ela nos trouxe um cenário de redução, com praias ficando mais limpas, e retomada de animais onde já não existiam, porém, tivemos um recorde de desmatamento, e aumento no descarte de matérias médicos. Em meio a essa baixa fiscalização que a pandemia nos proporcionou.

Afirma o estudante.

Educação

Um dos impactos do coronavírus na educação foi a falta de acesso, igualitário, para os estudantes ao modelo remoto, devido a muitos não terem conexão à Internet, ou carência de suporte on-line.

ensino remoto pandemia
O ensino remoto foi uma das soluções encontradas para manter as aulas na pandemia. | Foto: Reprodução.

Segundo a estudante de história e monitora educadora de ciências humanas, Melissa Alves, a pandemia já vem trazendo muitos reflexos para nosso futuro.

Infelizmente, vejo que iremos nos tornar vítimas do ensino a distância, por se tratar de uma adaptação que tivemos de experiência por conta do isolamento social. Por outro lado, é uma forma mais barata para se manter o ensino particular gerando muito mais lucro.

Menciona a estudante.

Ainda sobre o ensino a distancia, Melissa afirma: “Se for aplicado nas escolas, infelizmente, vamos presenciar uma crescente no número de não alfabetizados, uma maior demanda de novos professores recém-formados, em uma formação feita às pressas para se preencher vagas, e uma generalizada desvalorização na educação brasileira, que, infelizmente, não é estruturada para aderir ao padrão de aulas remotas.”.

Saúde

A situação da pandemia fez com que os sistemas de saúde de vários países virassem destaque na mídia. A sobrecarga no atendimento e na ocupação de leitos coloca em xeque, todos os dias, a eficiência desses sistemas, inclusive o próprio SUS, maior sistema público do mundo. Dos países com mais de 200 milhões de habitantes, o Brasil é o único que conta com serviços gratuitos de forma universal. 

saúde covid-19
Os sistemas de saúde ganharam destaque nas mídias com o coronavírus. | Foto: Reprodução.

Segundo a enfermeira Cris Araújo, é dever do governo promover a saúde, e o completo bem-estar ao ser humano.

O que a pandemia deixou de legado, foi, justamente, a ampliação de leitos de UTI na saúde publica, compra de respiradores e equipamentos para dialise. O SUS se mostrou muito importante.

No começo, a pandemia infectava pessoas que tiveram contato durante viagens ao exterior, ou seja, a maior parte eram pessoas de renda elevada, só que quando ela atingiu a baixa renda, quem segurou tudo foi o SUS, tomando várias ações.

Ampliação de vacinas contra a gripe, mesmo elas não sendo no combate direto do coronavírus, mas isso já se mostra eficaz para conseguir diminuir o número de pessoas com síndromes gripais.

Devido ao fato de ser a primeira recessão global desencadeada por uma pandemia, a crise atual gera ainda mais desafios aos formuladores de políticas, e tornam a sua profundidade e sua recuperação mais incerta.

_________________________________
Por Felipe Araújo – Fala! Cásper

Tags mais acessadas