Como a situação da pandemia na Índia pode afetar outros países?
Menu & Busca
Como a situação da pandemia na Índia pode afetar outros países?

Como a situação da pandemia na Índia pode afetar outros países?

Home > Lifestyle > Saúde > Como a situação da pandemia na Índia pode afetar outros países?

Jayant Malhotra à BBC: “As pessoas não estão recebendo oxigênio e estão morrendo como animais”. Entenda a situação da Índia

Enquanto a Índia sofre com esse surto – semelhante ao que o Brasil passou e ainda passa -, China, Estados Unidos, grande parte da Europa Ocidental e partes da África e sudeste da Ásia registraram mortes por coronavírus em declínio nas duas semanas anteriores a 25 de abril

Índia
Como a situação da pandemia na Índia pode afetar outros países? | Foto: Reuters.

Pandemia da Covid-19 na Índia

Com seus mais de 1,36 bilhões de cidadãos, a Índia se tornou, nesses últimos meses, a protagonista mundial da pandemia de Covid-19. Mesmo sendo um dos principais participantes da Covax, iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) que tem por objetivo adquirir e distribuir vacinas contra essa doença para os países mais pobres do planeta, a Índia sofre diariamente sucessivas crises de insuficiência hospitalar e preocupa as demais nações mundiais. 

Aplaudida anterior e mundialmente por produzir 60% das vacinas em escala global e conhecida como a “farmácia do mundo“, a Índia é, hoje, um reduto de possíveis variantes da Covid-19, motivo principal que afeta não apenas países vizinhos, mas distantes, devido ao fluxo intenso da globalização nos tempos atuais. Recordes de mortes são batidos e o cenário é de caos total, devido à falta de oxigênio e leitos nos hospitais, os quais chegam a rejeitar novos pacientes por conta da falta de espaço para atendimento. “As pessoas não estão recebendo oxigênio e estão morrendo como animais.”, disse à BBC Jayant Malhotra, auxiliar em um crematório de Dahli, capital indiana.  

De acordo com a OMS, a variante responsável por tal desordem humana pode estar por trás da explosão de casos que estão ocorrendo no Sul da Ásia. A organização também apontou em seu relatório epidemiológico semanal que essa nova cepa vigente no país apresenta sinais de maior contágio e resistência pelas vacinas já existentes, dificultando não apenas a imunização dos indianos, mas a de todos os indivíduos do planeta.

O primeiro Ministro da Índia, Narendra Modi, havia prometido no início da pandemia milhões de doses para a iniciativa Covax, entretanto, não conseguiu conter a ira de seus cidadãos por conta de atitudes que, supostamente, auxiliaram no agravamento da crise sanitária no país,. Alguns dos exemplos são a flexibilização da peregrinação hindu com duração de semanas e a participação de milhares de pessoas que viajaram por diversos estados. 

Coronavírus no mundo

A pandemia de Covid-19 é uma ameaça. Impulsionada por uma economia globalmente conectada, a doença exige como combate a cooperação entre as pessoas. Por conta disso, líderes mundiais decidiram auxiliar no combate ao vírus que assola a Índia com maior intensidade.

O Reino Unido, por exemplo, resolveu enviar ventiladores e dispositivos que concentram oxigênio. Os Estados Unidos da América revogaram uma proibição que impedia a exportação de matérias-primas para demais regiões no globo, possibilitando para os indianos uma maior produção de doses da vacina da AstraZeneca.

“Estamos dispostos a ajudar. A UE está reunindo recursos para responder rapidamente.”, disse pelo Twitter Ursula von der Leyen, chefe da Comissão. A preocupação mundial diz respeito ao medo do surgimento de novas variantes e, por consequência, de uma vida “normal” cada vez mais distante. 

_________________________
Por Letícia Souza Iervolino – Fala! Cásper

Tags mais acessadas