Clubes são prejudicados com baixas de atletas devido à Covid-19
Menu & Busca
Clubes são prejudicados com baixas de atletas devido à Covid-19

Clubes são prejudicados com baixas de atletas devido à Covid-19

Home > Notícias > Esporte > Clubes são prejudicados com baixas de atletas devido à Covid-19

A pandemia da Covid-19 assolou diversos setores da sociedade, inclusive o esportivo. No futebol, com a retomada dos campeonatos, muitos protocolos de segurança tiveram de ser adotados, como o uso obrigatório de máscaras pela comissão e staff durante o jogo, testes epidemiológicos regulares, limite de profissionais no estádio, proibição da troca de camisa entre jogadores, entre outras regras.

Apesar desses rígidos protocolos, muitos clubes têm sofrido baixas de atletas por conta da doença, tendo até que adiar ou cancelar seus jogos. O primeiro clube a sofrer com essa situação foi o Goiás, que, na primeira rodada do Brasileirão, teve o jogo contra o São Paulo adiado, pois 10 de seus jogadores haviam contraído o coronavírus. Atualmente, todos os times da série A do campeonato já tiveram atletas (ou membros da comissão técnica) fora de diferentes jogos por conta de contaminação.

covid-19
Atletas testam positivo para a Covid-19 no futebol. | Foto: Reprodução.

Clubes são prejudicados com baixas de atletas devido à Covid-19

Como previsto pela CBF, a tendência de diminuição de casos a partir da 5ª rodada do Brasileiro realmente aconteceu, entretanto, alguns meses após esse período, os times se veem, mais uma vez, prejudicados diante de mais um surto da doença entre os competidores.

Esse não é um problema exclusivo dos campeonatos masculinos. Diversas equipes femininas também tiveram jogadoras contaminadas e jogos adiados e/ou derrotas por W.O, como ocorreu com o Santos no campeonato Paulista, que por estar com 15 jogadoras impossibilitadas por conta da Covid-19, não possuiu o número suficiente de atletas para competir.  

O critério usado para suspensão e adiamento das partidas por parte da CBF foi algo que recebeu duras críticas. Percebeu-se um favorecimento aos times de maior renome no país, como aconteceu com o confronto entre Flamengo e Palmeiras, quando o clube carioca conseguiu a suspensão do jogo por ter atletas contaminados. Apesar de, no final, o jogo ter ocorrido, o time rubro-negro conseguiu suspender o jogo com muito mais facilidade que clubes menores, como o Goiás.

Mesmo com todas as incertezas, os campeonatos não pretendem ser suspensos e devem terminar em fevereiro de 2021, quando serão decididas as novas regras e protocolos para as competições desse mesmo ano. 

____________________________
Por Tatiana Carvalho – Fala! ESPM

Tags mais acessadas