Choque-Rei decisivo: A grande final do Paulistão 2021
Menu & Busca
Choque-Rei decisivo: A grande final do Paulistão 2021

Choque-Rei decisivo: A grande final do Paulistão 2021

Home > Notícias > Esporte > Choque-Rei decisivo: A grande final do Paulistão 2021

Palmeiras e São Paulo voltam a se enfrentar na final do Paulistão após 25 anos

paulistão
Daniel Alves e Raphael Veiga, os craques de cada time. | Foto: Reprodução.

A grande final do campeonato paulista começa a ser disputada nesta quinta (20), um duelo entre Palmeiras e São Paulo, no Allianz Parque, marca mais do que uma simples final, mas, sim, um duelo de estilos de dois técnicos estrangeiros, Abel Ferreira, o português do Palestra, e Hernán Crespo, o argentino da equipe do Morumbi.

Com certeza, Palmeiras e São Paulo são as duas melhores equipes do estado de São Paulo e, além disso, são bons favoritos para o título do campeonato brasileiro, que começa no próximo fim de semana, e também da Libertadores, já que os dois times já conseguiram garantir uma vaga nas oitavas de final, com rodadas de antecedência.

A grande final do Paulistão

O campeonato do Palmeiras até aqui

palmeiras paulistão
Luiz Adriano e Rony apareceram no momento decisivo do campeonato. | Foto: Reprodução.

Jogando com um time alternativo durante praticamente toda a fase de grupos do campeonato, o Palmeiras sofreu para conseguir sua classificação para a fase de mata-mata do Paulistão. Contando com uma “ajudinha” do seu principal rival, Corinthians, na última rodada para se classificar na segunda colocação do Grupo C, com 21 pontos, atrás do RB Bragantino, que conseguiu 23 pontos e a liderança do grupo.

Nas quartas de final, a equipe comandada por Abel Ferreira enfrentou o próprio Red Bull Bragantino, e começando com um time alternativo, sofreu riscos na primeira etapa. Mas, após a entrada de alguns titulares, conseguiu marcar o gol da vitória, aos 32 minutos do segundo tempo, após uma tabelinha entre Luiz Adriano e Scarpa, que acertou a trave, e no rebote, Rony, de cabeça, fez o gol da vitória palmeirense.

palmeiras
Victor Luís foi o destaque da semifinal. | Foto: Rubens Cavallari.

Na semifinal, o Palmeiras enfrentou seu maior rival, o Corinthians, na Neo Química Arena, o mesmo time que tinha “ajudado-o” a se classificar para o mata-mata. E a equipe de Abel não tomou conhecimento do rival e conseguiu uma vitória sem correr nenhum tipo de risco, um 2×0 tranquilo que poderia ter sido muito maior, com gols de Victor Luís, na primeira etapa, e Luiz Adriano, no segundo tempo, marcando seu 5º gol em 6 partidas contra o Corinthians, que demitiu Vágner Mancini após a eliminação.

A campanha do São Paulo

são paulo paulistão
Pablo é o artilheiro do São Paulo no Paulistão. | Foto: Reprodução.

Com uma campanha bem consistente na fase de grupos, o time comandado por Hernán Crespo terminou a primera fase com a melhor campanha no geral, com 27 pontos, 8 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota. Além disso, teve o melhor ataque, com 28 gols marcados em 12 jogos e sofreu apenas 9 nesses mesmos 12 jogos.

Já nas quartas de final, o São Paulo passou com certa facilidade da Ferroviária, vencendo por 4×2, com uma partida de gala de Martín Benítez, que deu duas assistências milimétricas, e também uma partida muito boa de Igor Vinícius, que marcou um gol e deu uma assistência, os outros gols foram marcados por Gabriel Sara, Liziero e Pablo. Os gols da Ferroviária foram marcados por Renato Cajá, de falta, e Bruno Mezenga, artilheiro do Paulistão com 9 gols.

são paulo
Benítez é o melhor jogador do São Paulo no mata-mata. | Foto: Reprodução.

Na semifinal, o São Paulo enfrentou o Mirassol, equipe que eliminou o Guarani nas quartas de final, e novamente fez uma grande partida, venceu por 4×0 sem tomar sustos, mas o primeiro gol saiu apenas aos 45 minutos, com Arboleda de cabeça, e no segundo tempo, abriu a porteira, Pablo e Gabriel Sara marcaram novamente, e Luciano também deixou o dele para garantir o tricolor na grande final.

Duelo de estilos entre Abel e Crespo no Paulistão

final paulistão
Abel Ferreira e Crespo podem ser considerados os dois melhores técnicos do Brasil hoje. | Foto: Reprodução.

O duelo entre Abel Ferreira e Hernán Crespo significa muito mais do que “só” uma final de Paulistão, mas também um duelo de estilos entre o português Abel, que aposta em uma defesa muito consistente, que não costuma correr riscos, e um contra-ataque mortal e muito veloz; enquanto o argentino aposta em um time com muita posse de bola e um ataque que marca muitos gols, além da defesa excelente comandada por Miranda.

Enfim, quem sairá como o grande campeão nesta final, o Palmeiras, de Abel Ferreira, ou o São Paulo, de Hernán Crespo? Só saberemos no domingo, quando será realizado o segundo jogo da final do Paulistão, no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o famoso Morumbi.

____________________________
Por Leonardo Pignatari – Fala! Esporte em Pauta

Tags mais acessadas