Menu & Busca
CBLoL- Circuito Brasileiro de League of Legends 2019: Semifinais

CBLoL- Circuito Brasileiro de League of Legends 2019: Semifinais


Por Fernando Júnior

Nesse final de semana (06/04 e 07/04) ocorreram as semifinais do Circuito Brasileiro de League of Legends, também conhecido por CBLoL. Aas equipes participantes eram CNB, Flamengo, INTZ e Redemption.

E não participaram desse evento somente as equipes, mas também seus torcedores. Os Estúdios do CBLoL foram abertos para que os fãs pudessem desfrutar desse evento. Com aproximadamente 200 cadeiras que ficavam de cara para os jogadores, e com 2 telões frontais e 2 telas de canto para não perderem nenhum momento dos jogos.

 Além disso os torcedores tinham acesso a área de convivência onde podiam comprar lanches e bebidas e também a camisa de sua equipe favorita, achou pouco? Calma que tem mais, porque fora isso eles tinham até barbeiro pra quem tivesse querendo dar uma ajeitada no look. E como era um evento de games não podia faltar um cantinho pra rolar aquele jogo com seu amigo no intervalo.

Mas toda essa torcida estava lá pelo principal motivo, ver seus jogadores preferidos disputarem a vaga da final do CBLoL.

 E no primeiro dia (06/04). A CNB, um dos times mais tradicionais e pioneiros do cenário, que tem como um de seus sócios o nosso querido pentacampeão com a amarelinha, ninguém mais ninguém menos que Ronaldo Fenômeno. Tiveram uma dura jornada até as semifinais mas conseguiram se classificar com 10 vitórias e 11 derrotas durante a temporada regular, pode até se dizer que eles eram os azarões, como se não bastasse isso eles ainda enfrentariam um nome já conhecido pelos brasileiros, a equipe que ficou em primeiro lugar na competição e que carrega um recorde de 20 vitórias e apenas 1 derrota, a CNB iria enfrentar a equipe do Flamengo que provou não ser uma potência apenas no futebol mas no League of Legends também.

 As equipes são formadas por 5 jogadores titulares e o técnico, por parte da CNB esses eram: Francisco “Duclou” Duclou, Yan “Yampi” Petermann, Eduardo “Aslan” Nunes, Pablo “pbO” Yuri, Gabriel “Hawk” Gomese o técnico Gabriel “Turtle” Peixoto.

 Já o time do Flamengo era formado por: Leonardo “Robo” Souza, Lee “Shrimp” Byeong-hoon (Coreano), Bruno “Goku” Miyaguchi, Felipe “brTT” Gonçalves, Han “Luci” Chang-hoon (Coreano) e Gabriel “Von” Barbosa é o técnico.

O ganhador sai a partir de uma série de 5 jogos, o primeiro time a vencer 3 vezes garantiria sua vaga na desejada final.

Parecia coisa de filme, os azarões e desacreditados contra o time a ser batido e favorito incontestável. Com o início do primeiro jogo quem sai na frente do placar é o Flamengo que não teve um tempo difícil em garantir a sua primeira vitória e abrir 1×0 na série e com destaque dado para o jogador Luci.

Já no segundo jogo a CNB tenta trazer uma estratégia diferente, com um erro da equipe rubro-negro no começo do jogo o jogador duclou garante dois abates e acaba pegando uma enorme vantagem, além disso os blumers (como são chamados os jogadores da CNB) garantiram a primeira torre do jogo abrindo mais ainda a vantagem que já possuíam, porém o Flamengo se segurava com todas as forças, lá para o meio do jogo veio a reviravolta, a virada flamenguista, com constantes erros do jogador pbO que acabou morrendo por conta disso diversas vezes, a nação rubro-negro consegue então sair com a vitória e garantir 2×0 no marcador, tendo o destaque da partida dessa vez o jogador Robo.

Aquela história de filme já ia ficando distante, os blumers pareciam abalados, e isso facilitou pra que o Flamengo fechasse a série com um 3×0 sem muitos problemas levando o destaque no último jogo o jogador shrimp.

Com um dos finalistas já decidido, faltava apenas saber quem enfrentaria o Flamengo na grande final do CBLoL.

No Domingo (07/04), INTZ e Redemption definiriam o adversário dos rubro-negros, mais uma vez com a arquibancada esgotada, os torcedores iriam prestigiar o grande jogo que viria a acontecer.

Com números muito parecidos das duas equipes, esse confronto era o mais esperado das semifinais, prometia ser uma séria inesquecível, jogos disputados e equilibrados onde qualquer erro poderia dar a vitória para o adversário. A INTZ equipe de tradição e que já foi campeã do CBLoL três vezes e que se classificou com um histórico de 13 vitórias e 8 derrotas. Já a equipe da Redemption de Porto Alegre que foi campeã do Circuito Desafiante (segunda divisão) em 2018 e mostrou porque merece estar na liga principal com os outros grandes times, se classificou para as semifinais com 12 vitórias e 9 derrotas.

Os intrépidos (assim chamados os jogadores da INTZ) são compostos por:

Rodrigo “Tay” Panisa, Diogo “Shini” Rogê, Bruno “Envy” Farias, Guilherme “Mills” Conti, Ygor “RedBert” Freitas e Lucas “Maestro” Pierre é o técnico.

Já a equipe da Redemption é composta por:

Renan “Nyu” Augusto, João “Zuao” Vitor, Marcos “Krastyel” Ferraz, Igor “DudsTheBoy” Lima, Denilson “Céos” Oliveira e Luis “Piroxz” Chavez é o técnico.

Apesar dos times serem tão parecidos nas questões de habilidade, a INTZ começa muito bem ganhando os dois primeiros portanto deixando no placar 2×0. Porém a torcida da Redemption não parava de gritar e incentivar seus jogadores, que entraram com muita garra no terceiro jogo para buscar a desvantagem que eles estavam, a INTZ parecia apagada no terceiro jogo, e então com um bom jogo do Krastyel a Redemption diminui a a distância e fica 2×1 para os intrépidos.

Em um jogo demorado, a torcida da Redemption parecia funcionar, porque mais uma vez a equipe da INTZ parece perdida, apática no jogo, já os meninos da Redemption que pareciam sempre ter algo a mais pra mostrar garantem mais uma vitória após uma jogada sensacional do Nyu.

Essa série era teste pra cardíaco, 2×2 último jogo e de lá sairia o finalista que enfrentaria o Flamengo, o jogo se dá início com as duas torcidas fervorosas, a equipe da INTZ parecia ter acordado, estavam buscando jogo principalmente o jogador Shini junto com o Mills, jogando de forma agressiva, já a Redemption parecia apagada dessa vez e não criava jogadas, o jogo não durou muito e a INTZ se sagrou a segunda finalista do CBLoL 2019.

Disputarão a final do CBLoL dia 13/04 contra a equipe do Flamengo às 13:00

Em coletiva de imprensa:

Pergunta: muito se fala do Flamengo ser o time mais preparado para jogar internacionalmente. Como isso impacta no dia a dia de vocês? Isso é visto como uma certa pressão a mais para a final?

Resposta dada pelo jogador Robo

R: “Bom acho que com certeza afeta bastante nosso treino porque qualquer errinho que a gente comete no Brasil a gente não é punido, lá fora a gente é muito punido, então qualquer erro a gente tenta minimizar o máximo possível e solucionar o mais rápido possível que é uma coisa que normalmente os times daqui não fazem, eles entendem que é um erro mas como muitos não abusam não vêm como um problema e a gente coloca pressão nisso, e quanto a pressão à final eu acho que eu particularmente não tenho muita, mesmo sendo favorito acho que todos sabem lidar com essa pressão não é que nem a INTZ e a Redemption que tem medo dessa pressão todo mundo aqui é bem tranquilo quanto à isso”.

Também em coletiva Goku e brTT afirmam estar vivendo a melhor fase da carreira deles.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas