Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Os melhores e piores casais da Disney

Os melhores e piores casais da Disney

Quando o assunto é romance, a Disney é referência no amor de conto de fadas. De Cinderela e Encantado até Tony Stark e Pepper Potts, a maior parte dos casais mais marcantes do cinema são filhos do pai de Mickey Mouse. Mas acredite, nem todas as apostas amorosas da Disney são tão boas assim…

A Screen Rant fez uma lista dos 6 melhores e 4 piores casais da Disney! Confere aí:

6º Melhor: Rapunzel e Flynn

Nos contos encantados, o amor verdadeiro é tão esteriotipado que, as vezes, significa arriscar tudo – até a própria vida – por alguém que você ama e, de certa forma, acabou de conhecer. O romance da sempre esperançosa princesa Rapunzel e o cínico Flynn Ryder é um bom exemplo disso. Quando embarcam na aventura de Enrolados, na mesma hora fica claro que eles vieram de mundos completamente diferentes, mas estão dispostos a fazer tudo um pelo outro.

No final do filme, qualquer um consegue perceber como eles foram feitos um para o outro, se completando perfeitamente em todos os sentidos possíveis! Quando Flynn heroicamente se sacrifica para salvar Rapunzel, todo mundo se emociona. Mas quando eles admitem, um para o outro, que eles são o novo sonho um do outro, não tem quem não se afogue em lágrimas!

5º Melhor: Tarzan e Jane

Os romances da Disney, às vezes, não precisam de príncipes ou princesas. E, sem dúvidas, o romance de Tarzan e Jane é um dos mais lindos. Tarzan foi criado na floresta por gorilas, enquanto Jane é filha de um professor da aristocracia inglesa. Mas mesmo com todas as diferenças, os dois fazem um esforço imensurável para entender um ao outro e, assim acabam se surpreendendo com o quanto tem em comum. E aí eles ensinam uma das lições mais importantes dos contos de fadas: o que importa é quem nós somos por dentro. E assim, Tarzan e Jane unem dois mundos diferentes dentro de uma única família.

4º Melhor: Woody e Betty

A franquia de Toy Story por si só já é nostálgica e emocionante. Mas, além disso, ela também pode ser romântica e fazer o público se empolgar com o romance entre um xerife nervosinho e uma doce pastorinha.

O romance de Woody e Betty é parte da narrativa dos dois primeiros filmes de Toy Story, mas é um casal esquecido por quase todos fãs da Disney. Betty está sempre lá para apoiar Woody quando ele está na pior, e as três ovelhas dela o adoram também. E quando é revelado, em Toy Story 3, que a pastorinha está perdida, é um verdadeiro soco no estômago da audiência. Mas graças a Toy Story 4, nós saberemos o fim desse romance honesto e carinhoso!

3º Melhor: Alladin e Jasmine

Essa história é tão boa que Jasmine vai ser a 3ª princesa da Disney a ganhar um live action! A própria música principal do filme, Um Mundo Ideal, já conta para a gente como o amor supera qualquer diferença, até mesmo quando se trata de uma diferença social estratosférica.

2º Melhor: Ariel e Eric

Uma coisa que aprendemos nas várias histórias de amor da Disney é que as personagens vão à loucura por amor. Até quando isso significa deixar de ser sereia para virar humana. Teoricamente, Eric só reconheceria Ariel se ela cantasse. Mas quando a princesa pediu para se tornar humana, ela teve que perder a sua voz em troca. Mesmo assim, Eric se apaixona por ela. E, no final do filme, quando Ariel tem sua voz de volta e Eric descobre que, o tempo todo, era ela que estava ao lado dele, eles aprendem que amor à primeira vista existe de verdade!

1º Melhor: Bela e Fera

“Sentimentos são fáceis de mudar, mesmo entre quem não vê que alguém pode ser seu par”, como diria a música de A Bela e a Fera. Esse filme é um clássico cuja moral é a mais importante de todas as histórias da Disney: a beleza que importa é a interior. Ele não conta só sobre o amor de Bela e Fera ou sobre como a camponesa se tornou princesa. Ele conta da transformação que o amor pode fazer em alguém, transformando a Fera malcriada e revoltada em um Príncipe bondoso e apaixonado.

4º Pior: Branca de Neve e Príncipe Encantado

Podemos perdoar a falta de noção, até porque Branca de Neve foi a primeira princesa a virar um filme da Disney. Acontece que, na história, Branca canta com o príncipe uma vez e, depois disso, ele nunca mais aparece. Até que ela adormece e ele a salva com um beijo de amor verdadeiro. E cadê os obstáculos? A superação das diferenças? Amar é fácil assim, então? Enquanto todos os príncipes enfrentam dragões, procuram a amada entre reinos ou precisam encarar o monstro que eles mesmos são, o Encantado só vai lá dar um beijo e pronto, a magia do amor acontece… Essa história é, de fato, romance só para as crianças.

3º Pior: Naveen e Tiana

A Princesa e o Sapo conta de uma princesa verdadeiramente inspiradora, independente e dona do próprio nariz. E o protagonismo fica todo aí, na princesa que faz a história acontecer, não no amor. E convenhamos que a Disney deu mancada quando fez eles serem sapos na maior parte da história, ficou parecendo uma versão mal feita de Shrek.

2º Pior: Jasmine e Jafar

Tudo bem que a ideia era esse casal dar errado. Mas é tão errado que ninguém considera a remota possibilidade deles darem certo. Agora, falando sério, chega a ser extrema a relação de Jasmine e Jafar: é uma versão antiga do conceito moderno de relacionamento abusivo, onde a princesa se torna escrava do cara que quer se casar com ela. Ei, Jafar, respeita as minas aí, né?!

O PIOR: Anna e Hans

“Conheci esse cara hoje e vou me casar com ele, ok?” Não, não ta ok, Anna! Hans é um manipulador, um mentiroso, um interesseiro que é capaz de fazer qualquer coisa para conseguir o que quer de você: a coroa real.

Enquanto Hans está entre os piores vilões da Disney, Anna está entre uma das princesas mais doces e ingênuas. Quando se trata da irmã, Elsa, e do reino, ela é guerreira e forte. Mas quando o assunto é o coração, Anna pensa igual uma garota de 14 anos que escreve fanfic sobre o Harry Styles. De qualquer forma, nesse pequeno romance que por sorte da errado, a Disney ensina uma coisa que as mães tentam ensinar aos filhos desde as primeiras gerações: NÃO CONFIE EM ESTRANHOS!

1 Comentário

  1. Bárbara Nazareth
    2 meses ago

    Na lista de piores casais faltou a minha princesa favorita Pocahontas com seu amado John Smith, que no primeiro filme ele aparententava ser um boy magia, porem no segundo filme mostrou que na verdade ele era um embuste daqueles.