Menu & Busca
Carnaval em São Paulo: Bloco Ritaleena

Carnaval em São Paulo: Bloco Ritaleena


BLOCO RITALEENA FESTEJA CINCO ANOS E TRAZ NOVIDADES

Cordão carnavalesco que sai em Pinheiros, no pré-carnaval, elege o lendário bairro da Mooca para cumprir sua tradição de desfile de carnaval

Há cinco anos, tendo como norte a roqueira Rita Lee, tão conectada com São Paulo e sua vocação para movimentos de vanguarda e rebeldia, surgiu um grupo que resolveu “mudar e fazer tudo o que queria fazer” no carnaval de São Paulo. Nesta edição, os figurinos e arranjos das músicas visitarão a verve contestadora da artista que – em todas as fases musicais – não se intimidou diante de tradições tacanhas e nem se pôs a chorar atrás da porta por causa de retrocessos como os que vivemos no Brasil e no mundo. Rita sempre avançou, pagando por isso o preço que fosse.

“O tema de 2019 é ‘Mutante’ e vai entrar com tudo na fase mais psicodélica. A ideia é contrapor o que se colocou como mito nos últimos tempos. Mitar versus mutar para transformar o que for lixo ideológico e cultural em luxo que, para nós, está relacionado com liberdade, inclusão, avanços civilizatórios”, afirma Alessa, musicista, cantora e uma das idealizadoras.

Uma das características do grupo é inovar nas roupas e arranjos a cada ano, buscando inspiração fases diferentes da artista. No entanto, neste ano, o Ritaleena tem como mote não um período específico da trajetória de Rita, mas sim como ela se transformou ao longo de sua história, sendo uma homenagem à figura em sua completa (e densa) tradução.

“Rita Lee é uma fonte inesgotável de inspiração e possui um universo criativo vasto, inquieto que se materializa em diversos personagens que ela inventa para si mesma. Seja no papel de superstar, de vó, mãe de bichos e filhos, compositora e, mais recentemente, premiada escritora, ela nos convida a sermos também mutantes como ela”, completa Yumi Sakate, figurinista e uma das idealizadoras.

A boa repercussão não se deu apenas entre o público e a imprensa. O grupo teve também as bênçãos da própria Rita Lee que, além de citá-los em sua autobiografia, já declarou apoio total à iniciativa desde o primeiro momento.

Bloco Ritaleena no Carnaval de São Paulo

09/02/19 – Bloco Ritaleena no Festival do Baixo Augusta – Casa do Baixo Augusta | 22h

República – Rua Rêgo Freitas, 553
Compra antecipada

23/02/19 – Desfile de Pré-Carnaval | concentração às 14h com saída às 15h

Pinheiros – cruzamento da Rua dos Pinheiros com a Rua Antônio Bicudo
Data a confirmar – Desfile de Carnaval | concentração às 14h com saída às 15h
Mooca – Endereço a confirmar


Sobre o Bloco Ritaleena:

O Bloco Ritaleena estreou em 2015 com o objetivo de homenagear não só a cidade de São Paulo cujo carnaval cresce a cada ano, mas a artista e mulher que é Rita Lee. Foram cerca de 40 músicas rearranjadas para ritmos carnavalescos e a inédita homenagem reuniu mais de cinco mil foliões em 2015, triplicando este número no ano seguinte em um carnaval dançante, colorido, democrático, livre e feminino. Em 2017, o bloco expandiu seu circo carnavalesco para dois desfiles, foram aproximadamente 30 mil foliões em Pinheiros e outros 15 mil, seguindo o cortejo na Vila Mariana. Estreou também sua versão para as festas de São João, a Festa Juleena, e mostrou que o que faz com tamborim, também se faz com sanfona. Ano passado saiu com sucesso em frente ao Museu do Ipiranga e agora estreia na Mooca, mantendo o costume de descentralizar a festa para um bairro importante na história da cidade que o abriga, convidando tanto moradores locais para brincar junto, quanto seus foliões de outros bairros a conhecer mais e melhor a sua cidade.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas