Câncer de Pele: saiba mais sobre a doença e o Dezembro Laranja
Menu & Busca
Câncer de Pele: saiba mais sobre a doença e o Dezembro Laranja

Câncer de Pele: saiba mais sobre a doença e o Dezembro Laranja

Home > Lifestyle > Saúde > Câncer de Pele: saiba mais sobre a doença e o Dezembro Laranja

O câncer de pele atinge 180 mil brasileiros todos os anos e, por isso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) criou a Campanha Dezembro Laranja. Criada em 2014, é uma das iniciativas da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer De Pele da SBD.

O câncer de pele é a doença mais incidente no Brasil, por isso foi criado a Campanha Dezembro Laranja.
O câncer de pele é a doença mais incidente no Brasil, por isso foi criada a Campanha Dezembro Laranja. | Foto: Reprodução.

A ação ocorre no mês de dezembro devido ao início do verão. É nesse período que a incidência solar é maior, uma das causas mais frequentes do câncer de pele. No Brasil, a doença é a mais incidente e os riscos começam na infância.

Câncer de Pele

O câncer de pele é a doença mais incidente no País, com cerca de 180 mil novos casos sendo diagnosticados por ano. A doença possui diversas variantes, os principais tipos são: melanoma cutâneo e carcinomas basocelulares ou espinocelulares.

Segundo o SBD, em 2020, aproximadamente 177 mil pessoas foram diagnosticadas com câncer de pele e com o início do verão, em dezembro, os números podem aumentar. Isso porque a doença possui como fator principal a alta exposição aos raios UVB e UVA, emitidos pelo Sol.

Os hábitos e exposição solar na infância podem influenciar no envelhecimento e no desenvolvimento de células cancerígenas na pele. Por isso, campanhas como Dezembro Laranja possuem como público-alvo crianças e adolescentes. De acordo com a SBD, quanto mais cedo for o diagnóstico da doença, menores são os riscos. Ao ser descoberto logo no início, o câncer de pele possui 90% de chances de cura, quanto mais tardia a descoberta, menor é a porcentagem, que pode chegar a 27%.

O câncer de pele surge como pintas ou manchas, além de feridas na pele. | Foto: Reprodução.

Por isso, o autodiagnóstico é recomendado pelos dermatologistas, pois o câncer de pele é facilmente detectável. Os sintomas da doença são manchas e pintas na pele que mudem de tamanho ou formato, que sejam altas ou feridas que não cicatrizam.

Ao menor indício desses sintomas, é recomendado ir a um dermatologista, que irá detectar qual é o tipo do câncer e o melhor tratamento. Em alguns casos, são necessárias intervenções cirúrgicas.

O câncer de pele é um dos mais nocivos no Brasil. Segundo o Dr. Sérgio Palma, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a doença é mais incidente que dos cânceres de próstata, mama, cólon e reto, pulmão e estômago. Outro fator é o alto índice de metástase da enfermidade, ou seja, a propagação do câncer para outras partes do corpo, que em sua maioria pode ser letal.

Campanha Dezembro Laranja

A campanha criada pelo SBD, denominada de Dezembro Laranja, busca, todos os anos, incentivar o autodiagnóstico da doença e, o mais importante, a prevenção. Desde que foi iniciada em 2014, a ação faz parcerias com instituições públicas e privadas para divulgar informações sobre a doença.

Este ano, o Dezembro Laranja ganha uma campanha inédita, que será realizada totalmente on-line. Esse novo método é devido à pandemia de Covid-19, e irá contar com ações no site da SBD e de seus parceiros. O tema de 2020 enfatiza a importância de se levar a sério o câncer de pele e iniciar a prevenção na infância.

Para saber mais a respeito da programação da campanha Dezembro Laranja, acesse o site da SBD e saiba como participar dessa ação.

_________________________________________
Por Luiza Nascimento – Redação Fala!

Tags mais acessadas