Camila Pitanga e sua filha são diagnosticadas com malária.
Menu & Busca
Camila Pitanga e sua filha são diagnosticadas com malária.

Camila Pitanga e sua filha são diagnosticadas com malária.

Home > Lifestyle > Saúde > Camila Pitanga e sua filha são diagnosticadas com malária.

A atriz Camila Pitanga e sua filha de 12 anos, nessa terça- feira (11), testaram positivo para a malária. A desconfiança de COVID-19 não foi descartada pela atriz, contudo a doença era outra.

Photo by Camila Pitanga on August 10, 2020. Nenhuma descrição de foto disponível.
Rede social onde Camila Pitanga fala sobre a malária.

Camila afirma:

“Uma amiga minha suspeitou que esses picos de febre associados ao fato de estar em isolamento social numa zona de Mata Atlântica no litoral de São Paulo, podia ser malária”

Assim, em suas redes sociais, Camila Pitanga agradeceu aos profissionais da saúde e o SUS, que apesar de combater os casos de coronavírus, o tratamento de outras doenças não são ignorados. Além disso, a atriz defendeu o sistema de saúde público e ressaltou a importância de valorizar esse órgão.

 A DOENÇA MALÁRIA

Segundo Drauzio Varella, é provável que o surgimento da malária foi na África, onde se espalhou chegando na Europa e Ásia e que, talvez, tenha embarcado junto com os descobridores para a América.

O nome malária deriva do “mal aire” e se nomeou no século 18, pois acreditava-se que por conta do ar insalubre, proporcionado por certas regiões pantanosas, estava relacionado com a causa da doença. Mas só no final do século 19 e início do século 20 em que os estudos e a descoberta da transmissão por um inseto foi registrado.  

A malária é uma doença de locais tropical ou subtropical, a qual é transmitida pela picada do mosquito fêmea do gênero Anopheles infectado pelo parasito. A transmissão ocorre em um ciclo vicioso de homem infectado-mosquito-homem sadio e, dessa forma, o anofelino injeta parasitos que se multiplicam pela corrente sanguínea.

Em geral, os sintomas começam a se manifestar entre 8 à 30 dias após a picada do mosquito, e são esses:

– Dor de cabeça e dor no corpo
– Mal-estar.
– Cansaço.
– Calafrios.
– Febre alta.
– Suor intenso.
– Fraqueza intensa.
– Náusea e vômitos.

Mas, no quadro avançado da doença, os sintomas se agravam e pode evoluir para hemorrigias, convulsões e até o óbito. Por isso, as medidas de prevenção a malária é o combate ao Anopheles, evitando água parada.

O tratamento da doença consiste em comprimidos oferecidos pelo SUS e indicado pelos médicos, além disso o tratamento varia pela espécie do protozoário infectante, gravidade da doença, idade, peso e entre outros.

COMO A DOENÇA SE REFLETE NO BRASIL?

No Brasil, os tipos mais comuns de protozoários da malária são do gênero Plasmodium, o P.vivax e P.falciparium. Segundo o Ministério da Saúde, a área do Brasil mais atingida pela doença é a região Norte onde aproximadamente 190 mil casos foram registrados.

Gráfico sobre a malária no mapa brasileiro disponível no guia de tratamento da malária pelo Ministério da Saúde./ Fonte: Fonte: Sinan e Sivep-Malária (SVS/MS).

Por Amanda Marques – Redação Fala!

Tags mais acessadas