Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Bruno, quem? – A trajetória e as polêmicas do novo prefeito de São Paulo

Bruno, quem? – A trajetória e as polêmicas do novo prefeito de São Paulo

Por Daniel Fabra – Fala!MACK
João Doria (PSDB), e o prefeito Bruno Covas (Foto: Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo)

Após João Doria renunciar o cargo para participar das eleições do governo do estado, seu vice, Bruno Covas, aos 38 anos, assumiu o manto do executivo municipal. Durante a gestão Doria, Bruno Covas assumiu a prefeitura interinamente em ao menos 30 ocasiões, devido à ausência do titular do cargo por conta de viagens para fora da cidade.

De acordo com uma recente pesquisa do instituto Datafolha, três em cada dez moradores de São Paulo conhecem o atual prefeito. Mais popular entre os ricos, dos entrevistados que recebem de 5 a 10 salários, 47% reconheceram o novo prefeito. Já entre os que ganham mais de dez salários, 64% conhecem Bruno.

[read more=”Leia Mais” less=””]

Neto de um dos mais renomeados políticos paulistas, o ex-governador Mário Covas, Bruno Covas é o prefeito mais jovem que a cidade já teve desde a redemocratização. O santista é advogado formado pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) e economista formado pela PUC.

Bruno Covas aderiu a uma rigorosa dieta para melhorar aparência e perdeu mais de 15 quilos – Foto: Gustavo Lima-Câmara dos Deputados/Reprodução-Instagram

Trajetória política

2004 – Candidato a vice prefeitura de Santos, na chapa de Raul Christiano (PSDB)

2005 e 2006 – Assessor da liderança dos Governos de Alckmin e Cláudio Lembo na Assembleia Legislativa

2006 – Candidato a Deputado estadual, sendo eleito com 122.312 votos

2007 e 2008 – Presidente da Comissão de Finanças e Orçamento

2009 e 2010 – Relator do Orçamento do Estado

2010 –  Candidato a Deputado Estadual, sendo o mais votado do Estado com 239.150 votos, com 131 mil, somente na capital paulista

2011 – Líder da Secretaria do Meio Ambiente no governo de Geraldo Alckmin.

2014 – Eleito como deputado federal, Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff

2016 – Eleito, em primeiro turno, vice-prefeito de São Paulo pelo PSDB, na chapa de João Doria. Neste período, Covas assumiu, além da vice-prefeitura, a Secretaria das Prefeituras Regionais e também a Secretaria da Casa Civil

2018 – Em 6 de abril, se tornou o 53º Prefeito de São Paulo

Covas no carnaval de 2017(Foto:Ivan Pacheco/Veja SP)

Polêmicas

Bruno foi alvo de ação civil movida pelo Ministério Público estadual, que pediu a perda do cargo público e a suspensão de seus direitos políticos, devido a irregularidades na contratação da empresa Dream Factory para a organização do carnaval de rua paulistano. De acordo com reportagens da rádio CBN, Covas repassou, dentro de uma planilha, quais informações poderiam ser alteradas para que ela saísse vencedora do chamamento público. A empresa e a prefeitura negaram todas as acusações.

[/read]

 Confira também:

Refugiados no Brasil

0 Comentários