Brasileirão: times da parte de cima da tabela tropeçaram
Menu & Busca
Brasileirão: times da parte de cima da tabela tropeçaram

Brasileirão: times da parte de cima da tabela tropeçaram

Home > Notícias > Esporte > Brasileirão: times da parte de cima da tabela tropeçaram

No último final de semana, foi realizada a 10ª rodada do Brasileirão, e praticamente todos os times do G6 tropeçaram, então vamos relembrar cada partida:

Brasileirão

Jogos do sábado

Athletico Paranaense (13º) 1×0 Coritiba (19º)

Brasileirão
Jogadores comemorando o gol de Fabinho, o único da partida. | Foto: Gabriel Machado.

A primeira partida da rodada aconteceu às 16h30, na Arena da Baixada, e foi um clássico entre Athletico e Coritiba, o famoso Atletiba. E quem se deu melhor foi a equipe mandante, com um belo gol do jovem atacante Fabinho, que acertou um excelente chute de dentro da grande área e venceu o goleiro Wilson.

Além disso, o que também marcou a partida foi a expulsão atacante do Coritiba, Igor Jesus, aos 27 minutos do segundo tempo, o que praticamente acabou com as chances de vitória da equipe do Coxa. Essa foi a terceira vitória do Athletico no campeonato, e a sexta derrota do Coritiba.

Santos (7º) 2×2 São Paulo (3º)

A outra partida do sábado foi mais um clássico, desta vez entre Santos e São Paulo, na Vila Belmiro, às 19h. E quem saiu na frente foi o time da capital, aos 8 minutos. Após uma falha do zagueiro Luan Peres, Gabriel Sara roubou a bola e marcou seu primeiro gol como profissional. Mas, aos 30 minutos, após escanteio cobrado por Carlos Sánchez, o lateral direito Madson empatou a partida para a equipe alvinegra.

Mas ainda na primeira etapa, aos 38 minutos, após bela jogada de Igor Vinícius, Gabriel Sara apareceu sozinho no meio da área e marcou seu segundo gol na partida, colocando o tricolor na frente. Mas, no finalzinho do jogo, em uma falta em que Tiago Volpi posicionou a barreira de forma muito errada, Marinho empatou o jogo para o Santos aos 46 do segundo tempo.

Jogos de domingo

Fluminense 2×1 Corinthians

No primeiro jogo do domingo, Fluminense e Corinthians se enfrentaram no Maracanã, às 16h. E quem saiu na frente foi a equipe carioca, após uma bela jogada do jovem lateral direito Calegari, de apenas 18 anos, e um bate-rebate na área, Nenê, que já estava caído, acertou um chute no canto do goleiro Cássio e abriu o placar para o tricolor.

Já no final do jogo, aos 43 do segundo tempo, após chute do atacante Luiz Henrique, a bola bateu na mão de Bruno Méndez e o árbitro marcou o pênalti para o Fluminense, e quem bateu foi Nenê, que marcou seu segundo gol na partida e garantiu a vitória do tricolor carioca.

Mas, antes do fim do jogo, aos 47 minutos, após uma entrada muito forte, Danilo Barcelos foi expulso, e aos 50 minutos, após falha do zagueiro Nino, a bola sobrou pra Mateus Vital, que marcou o único gol da equipe paulista no jogo.

Grêmio (12º) 1×1 Fortaleza (10º)

Na segunda e última partida das 16h, Grêmio e Fortaleza se enfrentaram na Arena, em Porto Alegre. Mas quem saiu na frente foi a equipe cearense, com um gol de Osvaldo, aos 17 minutos, após o que pode ser considerado como “falha” do goleiro Vanderlei. Já na segunda etapa, aos 5 minutos, o juiz marcou um pênalti para o Grêmio, que Felipe Alves, goleiro do Fortaleza, defendeu, mas, no rebote, Luiz Fernando marcou.

Mas, após consulta do VAR, o juiz marcou invasão do jogador na hora da cobrança e mandou o centroavante Diego Souza cobrar o pênalti novamente, e dessa vez ele marcou o gol, empatando a partida para o tricolor gaúcho. Além disso, o jogo também ficou marcado pelas expulsões dos jogadores Luiz Fernando, do Grêmio, e Gabriel Dias, do Fortaleza.

Goiás (18º) 1×0 Internacional (1º)

futebol
Vinícius, autor do único gol da partida. | Foto: Reprodução.

A primeira das quatro partidas disputadas às 18h foi entre Goiás e Internacional, disputada no Serrinha, em Goiânia. E logo aos 4 minutos, após uma entrada muito dura em cima de Marcos Guilherme, o lateral esquerdo Jefferson foi expulso e deixou o Esmeraldino com apenas 10 jogadores em campo desde o começo do jogo.

Mas, mesmo assim, quem se deu melhor na partida foi o time do Goiás, com um gol de Vinícius, aos 45 minutos do primeiro tempo, e garantiu a segunda vitória do time esmeraldino, que saiu da zona de rebaixamento no campeonato. Além disso, a partida ficou marcada por um alto número de chances perdidas pelo time gaúcho.

Atlético Mineiro (2º) 2×1 Red Bull Bragantino (20º)

Outra partida das 18h foi entre Atlético Mineiro e Red Bull Bragantino, disputada no Estádio do Mineirão. E quem saiu na frente, ainda no primeiro tempo, aos 29 minutos, foi o time de Minas, após escanteio cobrado por Guilherme Arana, Réver subiu muito bem e abriu o placar para o time do Galo.

Mas, logo no início do segundo tempo, aos 4 minutos, com um gol de Alerrandro, ex-jogador do Atlético, o time de Bragança empatou a partida. Mas antes dos 20 minutos, Eduardo Sasha desperdiçou um pênalti e perdeu a chance de colocar o Galo na frente. Mas já no fim, aos 42 minutos, após bela jogada individual de Keno, que cruzou para Savarino, que acertou o chute e garantiu a sexta vitória do Atlético no campeonato.

Ceará (9º) 2×0 Flamengo (5º)

Brasileirão
Jogadores comemorando o segundo gol do Ceará. | Foto: Kid Jr..

Mais uma partida às 18h, essa disputada entre Ceará e Flamengo, no Estádio do Castelão. E quem se deu melhor foi o time da casa, mesmo com o time carioca sendo melhor na primeira etapa, com mais de 60% de posse de bola, e também o dobro de finalizações, sendo 8 contra apenas 4 do time cearense.

Mas, na segunda etapa, o Ceará voltou com tudo, e logo aos 6 minutos, após escanteio cobrado por Vina, Luiz Otávio aproveitou a falha da zaga e abriu o placar. E também no início do segundo tempo, aos 11 minutos, após mais uma assistência de Vina, Charles se antecipou à zaga e marcou o segundo gol do Vozão, garantindo sua quarta vitória no campeonato.

Bahia (16º) 0x1 Atlético Goianiense (11º)

No último jogo das 18h, Bahia e Atlético Goianiense se enfrentaram no Estádio Pituaçu. E quem se deu melhor foi o time visitante, após cobrança de falta do goleiro Jean, que pegou na barreira, o próprio goleiro pegou o rebote e marcou o único gol da partida, aos 39 minutos do primeiro tempo. A curiosidade é que o goleiro já atuou pelo Bahia.

Palmeiras (6º) 2×2 Sport (14º)

Na penúltima partida da rodada, Palmeiras e Sport se enfrentaram no Allianz Parque, às 19h45. E quem saiu na frente foi a equipe pernambucana, após pênalti sofrido por Patric, Iago Maidana converteu a cobrança e abriu o placar para o Leão. Mas, antes do intervalo, com gols de Willian e Zé Rafael, o time paulista virou o jogo, além disso, o lateral Sander, da equipe do Recife, foi expulso.

Mas, na segunda etapa, em uma jogada muito discutível, o autor de um golaço na partida, Zé Rafael, acabou sendo expulso e, assim, o Sport empatou a partida logo aos 19 minutos, após falha de Luan, Lucas Mugni saiu sozinho na frente do goleiro e acertou um belo chute de esquerda, apenas tirando do alcance de Weverton.

Botafogo (17º) 2×3 Vasco da Gama (4º)

futebol brasileiro
Germán Cano, vice-artilheiro do campeonato, comemorando seu gol na partida. | Foto: André Durão.

A última partida da rodada foi o clássico carioca entre Botafogo e Vasco, disputado no Estádio Nilton Santos, o Engenhão. E foi a melhor partida da rodada, com 5 gols e uma atuação muito consistente de ambas equipes. Quem saiu na frente foi o time do Vasco, com um gol de Ribamar, aos 35 minutos da primeira etapa.

Mas, logo no começo da segunda etapa, aos 4 minutos, Matheus Babi empatou a partida para o Glorioso. Mas, em questão de um minuto, entre os 26 e os 27 minutos, o Vasco fez dois gols, com o argentino Cano e com Ygor Catatau e abriu uma vantagem significativa na partida. Mas, aos 37 minutos, Matheus Babi marcou se segunda gol na partida, mas não foi suficiente para evitar a derrota do Fogão.

Classificação do Brasileirão:

Brasileirão
10 primeiros do Brasileirão. | Foto: Terra.
campeonato brasileiro
10 últimos do Brasileirão. | Foto: Terra.

________________________________
Por Leonardo Pignatari – Fala! Esporte em Pauta

Tags mais acessadas