Booktube: a comunidade que vem conquistando espaço no YouTube
Menu & Busca
Booktube: a comunidade que vem conquistando espaço no YouTube

Booktube: a comunidade que vem conquistando espaço no YouTube

Home > Notícias > Urbano > Booktube: a comunidade que vem conquistando espaço no YouTube

Booktube trata-se de uma comunidade dedicada aos livros no YouTube

Chamados de booktubers, os youtubers com foco no universo literário têm conquistado seguidores ao redor do mundo, eles usam seus canais para opinar sobre as obras lidas, geralmente relatando experiências como leitor e não como crítica especializada, recomendando livros, organizando leituras coletivas, trazendo novidades de editoras, sendo leitores betas e fazendo publiposts.

Booktube
Saiba mais sobre o Booktube. | Foto: Reprodução.

Booktube

No cenário nacional, destacam-se os canais: “Geek Freak”, “KabookTv”, “Livraria em Casa”, “Beatriz Paludetto”, “Quarto dos Gêmeos”, “Bel Rodrigues”  “Livros e Fuxicos” e “Andrea Bistafa”, todos eles contando com mais de 120 mil seguidores, com exceção do último canal citado, que conta com 38 mil. Já no exterior, são figuras notáveis: “PolandBananasBooks”, “Jesse the Reader”, “PeruseProject”, “Emma Books” e “Hailey in Bookland”, tendo mais de 200 mil seguidores na plataforma.

Seja resenhando livros ou apenas fazendo lives de leitura, os chamados “sprints”, é fato que esses canais desempenham papel fundamental no estímulo à leitura, um exemplo a esses estímulos são as maratonas literárias, como a “Maratona Literária de Verão” e a “Booktubatona”, idealizadas pelo canal “Geek Freak”, em que, em um período de 14 dias, leitores são desafiados a ler, no mínimo, 5 livros, sendo quatro escolhidos pelo próprio leitor e um sendo a leitura coletiva de acordo com o time opta​do. Os “sprints” também servem como estímulo, mas o que é “sprint”? Traduzido como “período curto de atividade intensa”, no mundo literário chamam-se “sprints” um período de tempo pré-determinado em que não se faz mais nada, a não ser ler. Podendo variar de quinze minutos a uma hora, essas lives vêm somando milhões de views pela plataforma e ganhando cada vez mais adeptos por possibilitar uma leitura mais dinâmica.

Embora  — ainda  — não haja pesquisas que comprovem a influência de booktubers nas vendas de livros, é inegável que resenhas positivas geram interesse no público, um exemplo é o livro O Conto da Aia, de Margaret Atwood, tendo tido inúmeras resenhas na plataforma e tendo sido um dos livros de ficção mais vendidos de 2018, segundo a Amazon. Por esse motivo, muitas editoras têm entrado em contato com booktubers para que sejam feitos publiposts, surgindo assim mais uma forma de marketing.

______________________________
Por Carol Gonçalves – Fala! Cásper

Tags mais acessadas