Opinião: Bolsonaro diz que Brasil fez o melhor trabalho para enfrentar pandemia
Menu & Busca
Opinião: Bolsonaro diz que Brasil fez o melhor trabalho para enfrentar pandemia

Opinião: Bolsonaro diz que Brasil fez o melhor trabalho para enfrentar pandemia

Home > Lifestyle > Saúde > Opinião: Bolsonaro diz que Brasil fez o melhor trabalho para enfrentar pandemia

Jair Bolsonaro
Bolsonaro diz que Brasil lidou melhor com a pandemia do que outros países. | Foto: Reprodução.

Na quarta-feira (19) , o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não viu país que fez trabalho melhor em enfrentar a pandemia como o Brasil. Afirmação ocorreu durante a assinatura de medidas provisórias de acesso à empresários.

53% dos brasileiros acreditam que Bolsonaro foi o culpado pela falta de organização do país para impedir as mais de 100 mil mortes causadas pelo coronavírus.

Felipe Neto, youtuber brasileiro, comentou no Twitter a fala do presidente brasileiro. “Não enxerga nada, não entende nada, não sabe nem o que está fazendo ali.”

@FelipeNeto escreve: “Não vejo problema algum na fala do Jair, reflete exatamente o seu modelo de gestão: não enxerga nada, não entende nada, não sabe nem o que está fazendo ali. Ele não viu país nenhum enfrentar a pandemia melhor porque, ora porra, ele não estudou nada sobre país algum”

Enquanto países como Portugal e Nova Zelândia realizaram lockdown e conseguiram manter o número de contaminados estáveis, Bolsonaro negou, em março, que o COVID-19 era algo para se levar a sério.

Em março, o presidente brasileiro chamou o vírus de uma “gripezinha”, minimizando o que o coronavírus poderia fazer com a população brasileira (111 mil mortes). Ainda alegou, no mesmo mês, que os governadores que tentavam realizar quarentena estavam sendo “extremistas”.

Além disso, o Ministério da Saúde foi desmantelado quando o ministro Luiz Henrique Mandetta foi demitido em abril. Em maio, o segundo ministro da saúde em tempos de pandemia Nelson Teich abdicou do cargo. Agora, militares ocuparam os cargos-chaves do ministério.

O Brasil, hoje, é o segundo pico do coronavírus no mundo – perdendo somente pelos Estados Unidos. 3,5 milhões de brasileiros que foram contabilizados estão infectados e os hospitais de campanha que o governo prometeu não vingaram.

Bolsonaro, no entanto, está de consciência tranquila. Considerando excepcional as ações dos ministros, afirmou que uma “quebradeira” na economia seria muito pior do que o próprio vírus.

Tags mais acessadas