Home / Colunas / Belas Artes Meu Amor – Você Já Conhece o Cinema Mais Charmoso da Cidade de SP ?

Belas Artes Meu Amor – Você Já Conhece o Cinema Mais Charmoso da Cidade de SP ?

belas-artes

Localizada na rua da Consolação, a Caixa Belas Artes, também conhecida como Cine Belas Artes, reúne filmes independentes num ambiente retrô. Apesar de ter passado por muitas reformas e crises – sendo fechada duas vezes e reaberta em 2014 pela Caixa Econômica Federal em conjunto com a Prefeitura de São Paulo, após uma série de manifestações e 90 mil assinaturas no abaixo assinado -, hoje, o cinema se consolidou, tornando-se um dos points preferidos dos cinéfilos.

Para quem gosta de sair do tradicional, a Caixa Belas Artes é o lugar certo. A começar por ser um cinema de rua. O público não precisa entrar em um shopping para assistir a um filme, basta sair do metrô Paulista e atravessar a rua. O lugar ainda oferece um ambiente underground, marcado por papéis de parede de capas de filmes antigos e uma miniloja que vende acessórios, camisetas, xícaras, livros e cartões-postais hipsters. Além disso, a casa oferece filmes alternativos, que em sua maioria não estão nos cinemas usuais, e, ocasionalmente, filmes clássicos, o que a torna ainda mais especial – e o melhor de tudo é que ficam em cartaz por um longo período.

Logo na entrada, encontra-se a bilheteria, na frente dela uma parede de espelhos e, entre as duas, há uma pequena escada e uma rampa que dá acesso à lanchonete. Nas extremidades, escadas dão passagem às seis salas – batizadas com nomes de artistas brasileiros, como Villa-Lobos, Candido Portinari, Oscar Niemeyer, Aleijadinho, Mario de Andrade e Carmen Miranda. No corredor da sala Mário de Andrade, a decoração é feita com páginas de jornais antigos que já noticiaram o local, envolta de uma frase escrita “Belas Artes Meu Amor”.

Além das seis salas, que são tradicionais, há uma que reproduz o cinema antigo onde os filmes eram passados a céu aberto e assistidos dentro do carro – o chamado Drive in. Antes de entrar é preciso passar por um corredor pequeno e estreito, que tem a parede coberta por cortinas vermelhas decorada com quadros dos Beatles, Charlie Chaplin e Elvis Presley. A sala comporta 83 pessoas e oferece três tipos de assentos personalizados: no fundo, encontram-se os assentos tradicionais de cinema, no meio, os bancos largos que imitam os dos carros antigos, e na frente as poltronas compridas. No fundo da sala, há ainda uma lanchonete que oferece um cardápio variado que vai desde batata frita e milkshakes até pratos de comida e vinho.

driveinsp-interna
Foto: Fábio Feltrin.

 

Tudo isso por um preço acessível, levando em consideração a localização e os serviços que são oferecidos – a partir de R$ 13,50 a inteira. O visitante também pode optar por apenas consumir na lanchonete ou na miniloja, uma vez que não há restrição para a entrada. Embora não seja um lugar grande em tamanho, o Caixa Belas Artes proporciona um espaço aconchegante, onde não apenas o filme agrega valores culturais e artísticos, mas também o local, criando assim um vínculo entre o espaço e o seu conteúdo, e fazendo jus ao mérito de patrimônio cultural.

caixa-belas-artes_-fachada_cred-leticia-godoy
Foto: Letícia Godoy.

 

Confira a atual programação do cinema:

Legendado em português
Legendado em português
Legendado em português
Legendado em português
Legendado em português
Legendado em português
Legendado em português
Legendado em português
Por: Vanessa Nagayoshi – Fala! Cásper

Confira também

São Paulo: 40 anos do Centro Acadêmico Vladimir Herzog

A Entidade mais antiga da Faculdade Cásper Líbero recorda seus 40 anos de existência O ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *