Beisebol: o dia chegou, é finalmente Opening Day
Menu & Busca
Beisebol: o dia chegou, é finalmente Opening Day

Beisebol: o dia chegou, é finalmente Opening Day

Home > Notícias > Esporte > Beisebol: o dia chegou, é finalmente Opening Day

Neste 1º de abril, a MLB estreia sua temporada de 2021 no Opening Day

Beisebol
Pré-jogo de uma partida de Opening Day. | Foto: Nitrogen Sports Blog.

Desde 27 de outubro do ano passado, quando o Los Angeles Dodgers bateu o Tampa Bay Rays por 3 a 1 no jogo 6 da World Series, e sagrou-se campeão da Major League Baseball, não acontecia uma partida oficial de beisebol na principal liga do mundo. Porém, neste primeiro de abril, a espera encerrou-se, pois chegou o dia do Opening Day para a temporada de 2021 da MLB.

O regulamento da Major League Baseball 

Tradicionalmente, a temporada da Major League Baseball conta com 162 jogos de cada time durante a temporada regular, em que a maioria das partidas são disputadas dentro da mesma Liga (liga Nacional com Nacional, e liga Americana com Americana), mas também ocorrem duelos interligas ao longo do calendário.

Os campeões de cada divisão, classificam-se para os Playoffs da MLB, porém, aqueles que não venceram, ainda têm uma chance de buscar o Comissioner’s Trophy. Os dois times de melhor campanha de cada liga, que não foram campeões, vão pelo Wild Card para a pós-temporada.

Em partida única, estes times se enfrentam, sendo uma partida de ‘mata’, e que costumam ser extremamente emocionantes. No Divisional Series, as equipes que passaram do Wild Card enfrentam a de melhor campanha em sua Liga e as de segunda melhor campanha, enfrentam as de terceira. Esses duelos são disputados em uma série de 5 jogos, ou seja, quem vencer três, está classificado para as Championship Series.

Funcionando como uma Final de Conferência na NBA, a Championship Series coloca frente a frente os dois melhores times de cada Liga. Em uma série de sete jogos é definido o campeão da Liga Americana e o campeão da Liga Nacional, sendo estas duas equipes, as que lutarão pelo título na World Series.

A famosa World Series é a grande final do beisebol na principal liga do mundo. Disputada também em uma série de sete jogos, é de onde sai o grande campeão da temporada e a equipe que erguerá o Comissioner’s Trophy e marcará eternamente seu nome na história do esporte.

Uma temporada como nenhuma outra

O ano de 2020 afetou absolutamente todas as pessoas, organizações e instituições. A MLB não foi diferente, e no ano da pandemia, o beisebol nos Estados Unidos foi disputado como jamais havia acontecido. Uma temporada com menos confrontos, majoritariamente dentro das divisões, algumas mudanças na regra, playoff estendido e, claro, a ausência das torcidas nos Ball Parks.

Ao invés dos 162 jogos ao longo de seis meses de temporada regular, o calendário das franquias foi enxugado para apenas 60 jogos, sendo a grande maioria deles, duelos intradivisionais, evitando maiores deslocamentos e consequentemente uma maior disseminação do coronavírus.

O tradicional Spring Training, que são os jogos de pré-temporada que as equipes disputam para se prepararem para a temporada regular, não aconteceu. O Toronto Blue Jays, única equipe canadense da MLB, não foi autorizado a disputar partidas em seu estádio e optou por mandar seus jogos em Buffalo, no Ball Park de seu afiliado na Triple-A, o Buffalo Bisons.

Uma temporada incomum para um ano definitivamente incomum. As torcidas no beisebol interferem diretamente no jogo e, sem elas nos estádios, o esporte não teve a mesma graça em 2020. Afinal, assim como em qualquer outra modalidade, a não presença dos fãs, torna a realização dos eventos quase que sem sentido. Mas em um ano como o ano passado, tais medidas eram mais do que necessárias.

MLB
Partida da MLB sem torcida. | Foto: Hollywood Reporter.

Sendo a disputada em jogo neutro, a World Series foi o primeiro e único evento do ano na MLB a receber público. Mesmo que não tenha sido um estádio lotado, e tenha sido longe dos mandos tanto de Dodgers, quanto de Rays, o belíssimo Globe Field, em Arlington no Texas, conseguiu dar um toque ainda mais especial para o principal confronto da temporada do beisebol, mesmo que com público bastante reduzido.

Muitas mudanças, equipes jogando longe de casa, estádios vazios, mas a temporada de 2020 finalmente foi concluída, e a expectativa de um 2021 mais próximo da normalidade era tudo o que os fãs, os jogadores, as franquias e a liga sonhavam naquele momento.

Temporada de beisebol 2021: a volta à normalidade

Com os Estados Unidos exercendo um exímio plano de vacinação em sua população, o país como um todo já está de certa forma “voltando para os trilhos”. Enquanto no Brasil a pandemia se agrava mais a cada dia que passa, lá a situação já está muito mais estabilizada, permitindo, assim, a realização da temporada da Major League Baseball como sempre foi.

Para este ano, os 162 jogos voltaram, assim como o Spring Training, que se encerrou na última terça-feira e já contou com a presença de público nos estádios, mesmo que ainda não completamente lotados (afinal, também eram jogos de pré-temporada). As equipes terão um calendário mais próximo do tradicional, e não com praticamente todos os jogos sendo disputados contra seus rivais de divisão.

Opening Day
Estádio de um jogo de Spring Training. | Foto: True Blue LA.

E as torcidas? As torcidas finalmente poderão voltar a ocupar os assentos nos estádios de suas equipes. Cada estado possui suas determinações, mas diversas equipes poderão contar com 50% da capacidade, e algumas com até mais do que isso, como o caso do Texas Rangers, que planeja liberar cerca de 40 mil torcedores (100%) para assistirem aos jogos nas cadeiras do Globe Life Field.

O formato dos playoffs volta ao normal para o ano de 2021. Se no ano passado, 16 equipes foram para a pós-temporada, nesta temporada, o regulamento também retoma à ‘normalidade’. Apenas 12 times se classificam, Wild Card com jogo único, exatamente como o de costume, e que estará de volta após o ano de 2020.

Los Angeles Dodgers, San Diego Padres, New York Yankees, New York Mets, quem entrará para a história e vencerá a World Series em 2020? Quem pode surpreender? Quem vai desapontar? Qual equipe terá a pior campanha e terá a primeira escolha geral no Draft de 2022? A verdade é que todas essas perguntas são impossíveis de responder, mas as primeiras linhas do ‘livro Temporada 2021 da MLB’ começarão a ser escritas na tarde desta quinta-feira, no Opening Day da tão aguardada estreia da principal liga de beisebol do mundo.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

___________________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas