Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Meghan Markle dá à luz o primeiro bebê inter-racial da família real britânica

Meghan Markle dá à luz o primeiro bebê inter-racial da família real britânica

O duque e a duquesa de Sussex, mais conhecidos por Príncipe Harry e Meghan Markle, anunciaram o nascimento do seu primeiro filho, um menino. A criança é o primeiro bebê inter-racial na história recente da monarquia britânica.

O recém nascido é o sétimo na linhagem do trono, logo após Príncipe Harry. De acordo com o The New York Times, ainda não sabemos quando o bebê receberá algum título real, como aqueles que foram concedidos às três crianças de Príncipe William, irmão mais velho de Harry.

O Buckingham Palace anunciou, em nota, que Meghan deu à luz às 5:26 da manhã no horário local, e que a mãe dela, Doria Ragland, estava com os novos papais na casa deles, em Frogmore Cottage. o bebê pesa 3,3 kg e o nome ainda não foi decidido.

“Essa coisinha vale a minha vida, estou na lua”, disse o radiante Prícipe Harry para os repórteres no lado de fora da casa do casal, próximo a Windson Castle. “Mãe e filho estão incrivelmente bem. Está sendo a experiência mais maravilhosa que eu poderia imaginar. Como uma mulher faz o que elas fazem é acima da compreensão, e nós estamos muito felizes”.

Historiadores notaram que a duquesa não pode ser descrita como a primeira realeza afro-descendente. Alguns argumentam que a Rainha Charlotte de Mecklenburg-Strelitz, esposa do Rei George III, tinha um ancestral africano do lado da família real portuguesa. Se for verdade, isso teria se passado para a descendente, Rainha Victoria.

O Príncipe Harry, em particular, esteve atento à discursos racistas a respeito de sua família.

Em 2016, ele deu um passo incomum ao condenar tabloides britânicos e comentaristas de redes sociais por insinuações racistas e sexistas nas coberturas de Meghan. Ano passado, a ala da direita do Partido Independentista do Reino Unido (Independence Party) perdeu seu líder, Henry Bolton, após ser divulgado que a namorada dele usou linguagem racista para zombar da futura duquesa.

Fãs da família real comemorando em Windson
Foto: Adrian Dennis/Agence France-Presse

Meghan Markle é filha de um homem branco e uma mulher negra, mas cresceu em um bairro majoritariamente branco, onde sua mãe foi confundida com sua babá algumas vezes. Em um texto, ela descreveu que, na época da escola, ficou muito hesitante quando pediram que ela preenchesse um censo se identificando como branca ou negra.

“Lá estava eu (meu cabelo cacheado, meu rosto cheio de sardas, minha pele clara, minha raça mista) olhando para aqueles quadradinhos, sem querer estragar tudo, mas sem saber o que fazer” ela escreveu em um texto para a Elle Magazin, publicado em 2015. Quando a professora pediu para ela fazer um X no quadradinho de caucasiana, porque era com o que ela se parecia, ela recusou.

“Eu deixei minha identidade em branco – um ponto de interrogação, absolutamente incompleto – bem parecido com como eu me sentia”, ela escreveu. Seu pai a orientou: “Se isso acontecer novamente, desenhe seu próprio quadrado.”

O duque e a duquesa de Sussex, resumidamente, se transformaram a frente de guerras culturais britânicas, como o Brexit. Tabloides andam dizendo que o Príncipe Harry está fazendo uma série de TV sobre saúde mental com Oprah Winfrey. A duquesa continua a abraçar pessoas do público, mesmo que não seja permitido. Talvez, eles escolham uma babá americana e o bebê provavelmente não vai estudar na Eton, escola britânica onde, tradicionalmente, todos os príncipes estudam.

Anúncio oficial do nascimento da criança real, tradicionalmente colocado nos portões do Buckingham Palace
Foto: Tolga Akmen/Agence France-Presse

No ano passado, o casal anunciou que estavam se mudando do Kesington Palace, na região central de Londres, e iriam se mudar para cerca de 40km a oeste da capital britânica para a residência recém reformada, Frogmore Cottage, próximo ao Windsor Castle. Existem boatos de que eles podem partir para um longo tour na África nos próximos anos, onde 19 nações, em sua maioria ex-colônias, são membros do Commonwealth e, por isso, aceitam Elizabeth II como rainha. Essas decisões aparentam confirmar o boato de que Harry e seu irmão, William, podem ter se desentendido, mas não existem evidências concretas quanto a isso.

0 Comentários

Tags mais acessadas