Atriz de '365 Dni' revela cena mais difícil: "Queria vomitar"
Menu & Busca
Atriz de ‘365 Dni’ revela cena mais difícil: “Queria vomitar”

Atriz de ‘365 Dni’ revela cena mais difícil: “Queria vomitar”

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Atriz de ‘365 Dni’ revela cena mais difícil: “Queria vomitar”

O filme erótico polonês, 365 Dni, ganhou fama por suas cenas quentes e por sua história polêmica. Assim, sobre a produção, a atriz intérprete de Laura, Anna-Maria Sieklucka, revelou qual cena foi a mais difícil de ser feita.

Diante disso, veja qual foi a cena mais penosa que a atriz interpretou e relembre as polêmicas advindas do filme polonês.

atriz de 365 Dni
Atriz de 365 Dni revela cena mais difícil: “Queria vomitar”. | Foto: Montagem/Reprodução.

Atriz de 365 Dni revela qual foi a cena mais difícil de interpretar

A estreia de Anna-Maria Sieklucka foi em 365 Dni. No entanto, ao contrário do que muitos pensam, nem sempre é fácil contracenar algumas situações. Diante disso, a atriz contou qual foi a parte mais complicada de interpretar.

Em entrevista no talk show de Kuba Wojewódzki, a intérprete de Laura comentou que a cena de masturbação foi a mais difícil de realizar.

Houve um momento em que tive vontade de vomitar. Tive que enfrentar a primeira cena no que diz respeito ao erotismo. Foi uma cena de masturbação. Foi o mais difícil para mim, porque sou humana, tenho meus sentimentos. Sem participar de tais produções antes, era difícil para mim me expor dessa forma.

Explicou Anna-Maria Sieklucka.

Polêmicas do filme polonês

A produção, inspirada no livro homônimo de Blanka Lipińska, ficou muito famosa por suas polêmicas. Sendo assim, foi acusada de fazer apologia à Síndrome de Estocolmo e de romantizar o abuso sexual. Com isso, alguns internautas fizeram uma petição on-line para retirá-lo do catálogo da Netflix.

Além disso, a cantora Duffy também se pronunciou sobre o caso. A britânica, que foi sequestrada e estuprada, alegou que o filme embeleza situações horríveis.

Quando fui traficada e estuprada, eu tive sorte de sair de lá com vida, mas muitas não têm tido essa sorte. E, agora, eu tenho que testemunhar essas tragédias, e a minha tragédia, sendo erotizadas e desvalorizadas.

Relatou Duff, na época.

Sendo assim, a cantora complementou que “365 Days glamoriza a realidade brutal do tráfico sexual, do sequestro e do estupro. Essa não deve ser a ideia de entretenimento de ninguém, nem deve ser descrita como tal, ou ser comercializada dessa maneira”.

Apesar de reclamações e petições, 365 Dni permanece no catálogo da Netflix e nem dá sinais de que, um dia, deixará a plataforma.

____________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas