Menu & Busca
Atentados em Igrejas de Sri Lanka matam Mais de 290 Cristãos

Atentados em Igrejas de Sri Lanka matam Mais de 290 Cristãos


Soldados fazem guarda em uma igreja atingida por explosão em Negombo, no Sri Lanka, no domingo (21) — Foto: Reuters/Stringer
Soldados fazem guarda em uma igreja atingida por explosão em Negombo, no Sri Lanka, no domingo (21) — Foto: Reuters/Stringer

A manhã do dia 21, domingo de Páscoa, ficou marcada por uma série de explosões ocorridas em três cidades do Sri Lanka, país localizado no sul da Ásia. Os atentados foram focados em igrejas cristãs que celebravam a Páscoa, e tiveram início por volta das 8h45 da manhã (00h05 em horário de Brasília), quando as explosões atingiram simultaneamente diferentes regiões da Ilha, deixando 290 mortos e mais de 500 feridos. Ao todo, foram oito atentados.

As bombas atingiram quatro hotéis, um condomínio e três igrejas que estavam em horário de culto, entre elas o Santuário de Santo Antônio, em
Colombo – a maior cidade do Sri Lanka e o principal centro financeiro, corporativo, econômico e cultural do país-, a igreja São Sebastião em Negombo e o templo evangélico em Batticaloa, a centenas de quilômetros das outras explosões. Os hotéis atingidos foram o Cinnamon Grand, Shangri-La e Kingsbury.

Durante as buscas das forças policiais por suspeitos, foram registradas outras explosões: uma próxima ao zoológico, no sul de Colombo, por volta das 13h45 do domingo, e outra no distrito de Dematagoda, às 14h15, que causou a morte de três policiais. Uma outra bomba caseira foi encontrada no aeroporto de Sri Lanka, mas foi removida a tempo, evitando mais um desastre.

Uma nova explosão ocorreu hoje (22) junto aos escombros da igreja de Santo António, enquanto especialistas tentavam desativar uma bomba, revela a agência Reuters.

Sangue das vítimas é visto na estátua de Jesus Cristo na Igreja de São Sebastião após a explosão em Negombo, no Sri Lanka - 21/04/2019
Sangue das vítimas é visto na estátua de Jesus Cristo na Igreja de São Sebastião após a explosão em Negombo, no Sri Lanka – 21/04/2019 (foto/AP)

O governo de Sri Lanka decretou estado de emergência e, às 14h45 do domingo, foi dado um toque de recolher e o bloqueio ao acesso a qualquer rede social para evitar a propagação de falsas informações sobre os atentados. Segundo o governo, 24 suspeitos foram detidos e as autoridades indicam que a maioria dos ataques tenham sido feitos por homens-bomba.

O principal suspeito dos ataques é o grupo radical islâmico National Thowheeth Jama’ath. Uma carta enviada por uma autoridade policial ao alto escalão de segurança do governo de Sri Lanka no dia 11 de abril mencionava uma ameaça feita pelo grupo e alertava sobre os possíveis ataques terroristas contra igrejas católicas.

O primeiro-ministro do Sri Lanka, Ranil Wickremesinghe, alegou que ele e seu gabinete não foram comunicados com antecedência sobre a carta e o possível atentado, e que o governo irá investigar as razões por quais medidas para prevenir o ataque não foram tomadas. Também afirmou que a prioridade do Estado nesse momento é prender os terroristas. “A primeira coisa a se fazer é garantir que o terrorismo não levante sua cabeça no Sri Lanka”, afirmou.

Sri Lanka é um dos países que mais persegue cristãos no mundo, e os agentes da perseguição variam entre budistas, islâmicos e hindus. Os cristãos representam apenas 7% da população no país.

Criança observando velas acendidas em homenagem aos mortos em Sri Lanka
Foto: Rizwan Tabassum – AFP

Em relação a os ataques, o governo do Brasil publicou uma nota dizendo:

“O governo brasileiro condena veementemente os atentados praticados hoje, 21 de abril, Domingo de Páscoa, em igrejas e hotéis nas cidades de Colombo, Katana e Batticaloa, no Sri Lanka, que deixaram centenas de mortos e feridos”

Os ataques contra cristãos não ocorreram apenas em Sri Lanka. Neste sabádo (20), dezesseis cristãos nigerianos foram mortos a sangue frio por militantes Fulani, grupo de muçulmanos radicais, durante a consagração de uma criança. O massacre ocorreu na aldeia de Konshu-Numa.

O Governo de Sri Lanka anunciou hoje que, nesta terça-feira (23), será prestada uma homenagem aos falecidos em um funeral oficial que ocorrerá na igreja de Katuwapitya, em Negambo, a poucos quilômetros do norte de Colombo.

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas