As origens do peru de natal
Menu & Busca
As origens do peru de natal

As origens do peru de natal

Home > Entretenimento > Cultura > As origens do peru de natal

Na noite da ceia natalina com a família e os amigos, o personagem mais esperado não é o Papai Noel, mas sim o saboroso e assado peru de Natal. Você já pensou o porquê dessa ave ser o prato principal nesta data?

De acordo com o artigo História do peru na ceia de natal, do historiador e ex-reitor da Universidade Federal do Paraná, Carlos Roberto Antunes dos Santos, o peru possui origens na dieta da civilização dos astecas, na região do México. Eles cozinhavam-no com “cebola, alho-poró e molho à base de pimenta vermelha”, afirmou.

Por volta do século XVI, os espanhóis, ao entrarem em contato com a cultura asteca, “descobriram” a ave. A chamada “galinha da Índia” foi então levada para a Europa, na qual passou a substituir o cisne no ritual de comemoração do nascimento de Jesus Cristo. Logo depois, a tradição também foi estabelecida nos países da América.

Em 1620, o peru foi o símbolo da fartura nas primeiras comemorações do dia de Ação de Graças, em Massachusetts, nos Estados Unidos. Já no ano de 1863, o presidente Abraham Lincoln transformou a celebração em feriado nacional, a qual ocorre toda quarta quinta-feira do mês de novembro.

Ao analisar os processos dos estados assado e cozido, o antropólogo Claude Lévi-Strauss, escreveu em sua obra O Triângulo Culinário que, na França, o frango cozido era servido em jantares familiares, enquanto o assado era apresentado em banquetes . Além disso, ao prestar atenção, percebe-se que os reis, na maioria das vezes, dispõem da melhor parte de uma ave assada nas festas dos filmes medievais.

As origens do Peru de Natal - Foto: Darren Bloggie
As origens do Peru de Natal – Foto: Darren Bloggie

De acordo com Strauss, o cozido conserva o suco da carne e o assado, por sua vez, caracteriza um processo de destruição e perda. Assim, Carlos Roberto considera os estados dos alimentos como uma forma de estabelecer hierarquias sociais. Dessa maneira, o cozido é considerado plebeu por simbolizar a economia e o assado acaba por ser tido como aristocrático, uma vez que significa prodigalidade.

______________________________________________________
Jennifer de Carvalho Soares – Fala! Mack

0 Comentários

Tags mais acessadas