Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Arriba Cásper- A Tequilada

Arriba Cásper- A Tequilada

O Fala!Universidades esteve na última Tequilada realizada pela atlética da Faculdade Cásper Líbero e vai contar para vocês TUDO o que rolou em uma das festas mais badaladas de São Paulo.

A Arriba Cásper Coco Bongo, aconteceu no dia 17/10 e foi o maior sucesso!  Separamos 5 motivos que fizeram com que a festa desse o que falar, que proporcionaram a alegria dos festeiros e fizeram a Atlética Jesse Owens ganhar muitos pontos com o público (mais do que já tinha, pois sabemos que as festas NUNCA decepcionam).

  1. A festa ocorreu na Via Matarazzo, às 23 horas, um local de fácil acesso por estar pertinho do metrô Barra Funda.
  2. A balada era open bar de ÓTIMAS bebidas como Sky Vodka, Skon Beats Senses, Sucos Liv, Catuaba, Jurupinga, Energético Fusion, Cerveka Skol, Citrus, Refrigerantes, Santa Dose e, é claro, a famosa aguinha (porque ninguém é de ferro, né?!). A bebida que deu o nome a festa, a Espolon Tequila, foi servida por garçons vestidos a caráter que passavam distribuindo a bebida clássica que, de cara, deixa qualquer um de nós ~meros mortais~ no famoso “grau” (vocês entendem do que estamos falando, risos). Algo que foi muito elogiado, foi a disposição dos bares: o acesso às bebidas estava muito mais fácil e rápido, contando, é claro, com a eficiência dos funcionários.
  3. O line-up foi MUITO variado para agradar todos os gostos musicais. Contamos com a presença do Mc Guimê (funk), Msário (rap), Djs de diferentes vertentes como Dj Shalom, que abusou do eletrônico, a Dj Laís Glaeser ~bixete do primeiro ano de Jornalismo~ que fez a alegria da galera tocando, até mesmo, o Ritmo Ragatanga, abusando da playlist variada de pop music. Isso mesmo! Alunos tiveram a oportunidade de mostrar seu talento e, por isso, a festa só recebeu elogios. A Dj Natália Lara está sempre presente nas festas da Cásper e nunca deixa a desejar. Ela toca todo tipo de música e, para agradar aos que curtem um arrocha, soltou o sertanejo sempre tão esperado. Por ter duas pistas com diferentes tipos de músicas, o som tocado foi bem democrático e alternativo, o que agradou (e muito) o público.
  4. O local onde a festa foi realizada era bem espaçoso, contava com duas pistas diferentes, um fumódromo enorme e uma chapelaria segura por um preço acessível. Graças aos dedicados funcionários, a segurança foi muito bem garantida, os banheiros estavam em ótimo estado e uma ambulância estava a postos caso alguém precisasse de algum tipo de amparo médico. As placas sinalizadoras foram cruciais pois a maioria das pessoas acrescentou que em outras festas, no mesmo local, a sinalização não estava tão boa tornando tudo mais confuso. Boa Cásper!
  5. Os ingressos variaram entre R$75,00 e R$100,00, o que não pode ser considerado muito ao ter em vista o vasto open bar e as incríveis atrações que compareceram à festa. O que também foi comprovado pelo fato dos ingressos do primeiro lote esgotarem dias antes da realização do evento. Além do mais, o pagamento pode ser feito no cartão de crédito ou débito, o que muitas vezes facilita, né?

Bom, até agora só demos os principais motivos pelos quais a festa foi um completo sucesso. Tivemos a oportunidade de conversar com algumas pessoas presentes no evento, como Leonardo Leal, da Atlética, Matheus Castro, aluno de Jornalismo, Dj Shalom e, até mesmo, com as panicats do Programa Pânico. Em cada uma das entrevistas fizemos uma pergunta que, em estado normal, todos deveriam saber responder. E é exatamente aí que a Zoera começa. A maioria não estava sóbria o suficiente para responder corretamente as perguntas, rendendo diversas gargalhadas durante as entrevistas.

Perguntamos ao Matheus diversas coisas como: o que ele achava da festa, do pessoal e das bebidas, e a resposta para todas foi: MUITO LEGAL. Mas não acaba por aí a vergonha alheia: perguntamos também quem havia descoberto o Brasil e adivinhem a resposta…… O PELÉ! Sim, não foi Pedro Álvares Cabral. Ok, chega de micos, né?


Vamos ao Dj, que contou que a galera da Cásper é sensacional e muito animada. Porém, meninas, não se animem pois apesar de gatinho, ele tem namorada, ok? Ele contou também que todo final de semana está em festas universitárias e adora. Ao chegarmos na fase crucial, perguntamos qual a capital do Tocantins, e a resposta foi: AMAPÁ! Ele não estava tão ruim né? Afinal é tudo meio perto, não é mesmo? (Risos).


Falamos também com o Leo, que é integrante da atlética da faculdade. Ele contou que está nessa posição por puro amor à faculdade e, também, por ser gratificante a sensação de proporcionar uma boa festa às pessoas. Disse que é um risco administrar as bebidas pois precisam calcular a quantidade, mas que nunca tiveram problemas quanto a isso e, no final, tudo vale a pena.

A festa estava lotada, cheia de gente bonita, pessoas de diferentes estilos e gostos. O tema foi o maravilhoso clima mexicano, que não deixou nada a desejar diante a avaliação da grande maioria dos que estavam presentes. A decoração com as bexigas, os papeis coloridos, os garçons vestidos à caráter, fizeram dessa, uma das melhores (senão a melhor) festas do ano. A Atlética está de parabéns pela realização desse megaevento. Já estamos aguardando ~ansiosamente~ a Novembeer e o Epic.

IMG-20151029-WA0005

Por: Lívia Figueiredo, Ana Oliveira e Allan Giordano – Fala!Cásper

0 Comentários