Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Amazon e Microsoft se unem para criar a maior Assistente Virtual Inteligente

Amazon e Microsoft se unem para criar a maior Assistente Virtual Inteligente

Por Daniel Yazbek – Fala!PUC

 

Duas Gigantes da tecnologia se unem para algo ainda maior. Parceria promete cuidar da casa e do trabalho para você.

As empresas Amazon e Microsoft estabeleceram uma ligação entre seus assistentes virtuais inteligentes – softwares que podem realizar diversos serviços para alguém baseados na interação deste com o dispositivo utilizado. Ligação esta que promete abalar o mundo dos aficionados por inovações e tecnologias.

Alexa, criada em 2013 pela Amazon, e Cortana, desenvolvida em Novembro de 2014 pela Microsoft, poderão realizar uma série de atividades – domésticas e profissionais – uma através da outra, a partir da fusão das tecnologias que ocorrerá por meio desta parceria feita entre as empresas.

[read more=”Leia Mais” less=””]

Enquanto a assistente Alexa cuida da casa, a inteligência artificial Cortana cuidará do trabalho. Aquilo que uma delas faz poderá ser solicitado e desempenhado por intermédio da outra tecnologia. A Alexa terá como pedir para a Cortana marcar reuniões – mesmo que esta não seja sua função inicial – e a Cortana, por sua vez, conseguirá solicitar que a Alexa toque músicas, especialmente na Amazon Echo – caixa de som inteligente da empresa que possibilitará, além de tudo, comando de voz para as assistentes virtuais.

Alexa abra a Cortana” ou “Cortana abra a Alexa” se tornarão frases típicas daqueles indivíduos que optarem por utilizar os meios através do comando de voz fornecido pela Amazon Echo.

Para o Presidente Executivo da Amazon, o sr. Jeff Bezos, a “experiência (é) rica e útil para os usuários” pois a coligação fornece para aquele que tinha um dos recursos, que agora tenha os dois integralmente.

A parceria não custará nada aos usuários que já possuíam qualquer uma das duas plataformas. O valor do negócio combinado entre as entidades também não foi declarado. Contudo, salvo a interação bilateral entre as plataformas, o objetivo principal dessa aliança parece ser impulsionar esforços para a área de assistentes pessoais, que até então viviam isolados em seus provedores iniciais – como a Siri, da Apple, e o Google Assistant, da própria Google.

Seguir inovando aparenta ser o caminho. A modernização chegou com o pé na porta e as formas de comunicação interacional têm mudado a forma que o mundo gira direta ou indiretamente. Basta agora saber se os assistentes pessoais virtuais vão conseguir realizar cada vez mais tarefas ao ponto de extinguir profissionais das áreas que estão ocupando. Alexa e Cortana são só o começo.

[/read]

Confira também:

– Dossiê Tomb Raider – Os filmes e os Jogos com Lara Croft

Bitcoin e Criptomoedas – o Poder das Ondas

0 Comentários

Tags mais acessadas