Princesa Jasmine: A primeira princesa progressista da Disney
Menu & Busca
Princesa Jasmine: A primeira princesa progressista da Disney

Princesa Jasmine: A primeira princesa progressista da Disney

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Filmes > Princesa Jasmine: A primeira princesa progressista da Disney

Nos últimos anos, a Disney fez grandes mudanças na forma como as princesas se portavam, começando por Jasmine, a princesa de Aladdin. A figura, que se destacava pela coragem e determinação, tornou-se a protagonista de uma história que não era sua.

O live action de Aladdin, por sua vez, atualizou a versão original da animação e expandiu sua personalidade, tornando-a a melhor princesa da Disney.

Além de Jasmine, outras princesas da Disney fizeram parte dessa revolução progressista, como Bela de A Bela e a Fera, Ariel de A Pequena Sereia, Megara de Hércules, Mulan e Tiana de A Princesa e o Sapo. Essa evolução, entretanto, foi gradativa e a evolução das personagens femininas é notada ao longo dos anos.

Princesa Jasmine: de coadjuvante a protagonista de sua vida

jasmine princesa disney
Jasmine na animação. | Foto: Reprodução.

Por mais que a era atual realmente conte com princesas autônomas e independentes, a Disney vem preparando a audiência para a chegada delas desde os anos 80 e 90, durante a era da Renascença da Disney.

Na animação de 1992, a Princesa Jasmine era a mais diferente de todas as princesas da Disney por fugir do padrão eurocêntrico vigente. Isso acabou dando ao estúdio mais liberdade para desenvolver a personagem em uma direção atípica em relação aos outros filmes.

Ela se rebelou contra o pai, o Sultão, e contra a lei que a forçaria a casar. Em uma escala maior, ela se rebela contra a instituição do casamento. Apesar de que muitas princesas da Renascença da Disney possam ter se rebelado contra convenções da época, a revolta de Jasmine é muito maior que as outras (com exceção de Mulan).

Ficha Técnica – Princesa Jasmine

Nome: Princesa Jasmine
Idade: 15 anos
Altura: 1,60m
Cor do cabelo: Preto
Cor dos olhos: Castanho Escuro
Cor da pele: Parda
Cor do vestido: Azul turquesa

Significado do nome da Princesa Jasmine

O nome Jasmine é derivado da palavra yasmin, nome dado à flor que, popularmente, é conhecida como jasmin no Brasil. O significado deste nome é mulher delicada, pequena, ou, ainda, perfumada, que exala um delicioso aroma, associado ao cheiro das flores.

Origem

Assim como toda a história da animação, a Princesa Jasmine foi baseada em uma personagem de Aladdin e a Lâmpada Maravilhosa, que pertence ao livro As Mil e Uma Noites (Arabian Nights). Em sua versão original, a personagem se chama Badroulbadour, uma princesa chinesa, pois a história é ambientada na China, que se envolve com o protagonista no meio da história.

A versão original se passa na China, a Disney, no entanto, ambientou sua história no Oriente Médio.
A versão original se passa na China, a Disney, no entanto, ambientou sua história no Oriente Médio. | Foto: Reprodução.

A princesa, entretanto, nada se assemelha com Jasmine, seja em aparência ou em personalidade. Descrita como uma moça meiga, de bons modos e feições chinesas, Badroulbadour é uma mulher das histórias clássicas, sempre submissa aos homens e à sociedade.

Em Aladdin e a Lâmpada Maravilhosa, a princesa não possui uma história, ela é, apenas, o objeto amoroso do personagem. Ela surge no início do conto e é citada diversas vezes ao longo da narrativa.

Aparência e personalidade da Princesa Jasmine

Jasmine é uma jovem de 15 anos, com longos cabelos pretos e brilhantes, pele morena e grandes olhos castanhos escuros. Em sua aparência, contudo, o que se destaca é as roupas que veste, que se diferenciam das outras princesas da Disney. A jovem se veste com uma bela roupa azul e substitui o vestido por uma calça.

Antes e depois da aparênica da Princesa Jasmine. | Foto: Reprodução.

Além de sua aparência, que se distingue das demais princesas, sua personalidade também é diferenciada. Jasmine é descrita como uma menina livre, aventureira, corajosa e que sabe se impor aos desejos de seu pai. A princesa, no entanto, teria sido pensada para ser mimada e ingênua, algo que se alterou na produção da animação.

Jasmine é conhecida como a princesa rebelde da Disney e marca, definitivamente, a mudança das jovens.

Poderes e Habilidades da Princesa Jasmine

A jovem princesa não possui poderes, no entanto, é extremamente inteligente e habilidosa, usando sua coragem a seu favor. Durante a animação, Jasmine prova do que é capaz ao ajudar Aladdin de diversas encrencas e emboscadas, além de provar que uma mulher também pode lutar.

A princesa, contudo, não é a protagonista da animação e por isso sua personalidade não é explorada como deveria. O live-action, por exemplo, soube expandir as características dela e apresentar novas habilidades, até então, desconhecidas da princesa.

Filmes e Séries

Aladdin – Retorno de Jafar

O Retorno de Jafar é o segundo filme de Aladdin e durante a história, a Princesa Jasmine já está namorando o protagonista, no entanto, sua relação com o jovem parece abalada. A princesa se questiona se Aladdin é realmente confiável e se ainda é a pessoa pela qual se apaixonou.

Na história, a jovem é aprisionada por Jafar, que a convence de que Aladdin morreu. Quem salva a princesa é Iago, papagaio do vilão, que liberta o Gênio e derrota o feiticeiro.

A animação foi lançada em 1994, dois anos após o primeiro filme de Aladdin. O desenho, contudo, não fez tanto sucesso quanto seu antecessor.

Aladdin e os 40 Ladrões

O terceiro filme, Aladdin e os 40 Ladrões (1996), foca no casamento dos personagens, que é interrompido pelos 40 ladrões. Jasmine se torna uma mera coadjuvante na história, que abordará na busca pelo pai do protagonista, que está vivo.

Cassim, porém, não é confiável e quando retorna ao reino com seu filho, tenta roubar o Oráculo e acaba sendo preso pelo sultão. A partir desse ponto, a história ganha outro rumo e Jasmine só irá se destacar no final da trama.

Aladdin (Série)

Aladdin ganhou uma série de TV e Jasmine se tornou uma das personagens de destaque da história. A trama se passa após o primeiro filme e fala sobre as aventuras que sucederam o encontro dos dois e como seu relacionamento se desenvolveu.

Jasmine, além disso, se desenvolve como uma mulher corajosa e aventureira. Durante os episódios, ela auxilia Aladdin e seus amigos em suas aventuras.

Outras aparições da Princesa Jasmine

A princesa aparece em diversas animações da Disney, incluindo uma série animada sobre Hércules, Hércules e a Noite Árabe. Além disso, Jasmine é uma das princesas de destaque do estúdio e da marca, estando presente em diversos materiais produzidos pela Disney para seu parque e outros produtos.

Jasmine participou de jogos como Kingdom Hearts, como coadjuvante na história de Agrabah e ganhou uma versão para a série de TV, Once Upon A Time, onde surge como par romântico de Aladdin.

Aladdin – O live-action

Em 2019, a Disney lançou o live-action de Aladdin, que se tornou um dos maiores sucessos do estúdio, junto com A Bela e a Fera. O destaque, contudo, foi a Princesa Jasmine, que ganhou evidência na produção e honrou todo o potencial criado para a princesa na animação de 1992.

Estrelado por Mena Massoud (Aladdin), Naomi Scott (Jasmine), Will Smith (Gênio) e Marwan Kenzari (Jafar), o live-action foi dirigido por Guy Ritchie.

O longa-metragem venceu quatro indicações Teen Choice Awards de 2019, um People’s Choice Awards de 2019 e um Prêmio Lumiere. Aladdin, porém, ficou de fora dos indicados ao Oscar 2020, algo que deixou internautas revoltados.

A Princesa Jasmine interpretada por Naomi Scott é mais forte

Para expandir o papel da Princesa Jasmine em Aladdin, a personagem se tornou mais integral à história, ganhando um objetivo principal: se tornar Sultana virou a maior motivação da princesa. No original, ela era motivada pela ideia de se casar por amor verdadeiro.

Certamente, a Jasmine de Naomi Scott ainda tem os valores do amor acima da ideia de casamento por aliança política, como é evidenciado na relação dela com Príncipe Ali/Aladdin, mas acima disso está o amor dela pelo povo.

Jasmine e aladdin no live action
Jasmine e aladdin no live-action. | Foto: Reprodução

Ao invés de ser levada por uma motivação egoísta (apesar de compreensível para a época em que foi lançado o filme original), ela é levada pelo amor que sente pelo povo de seu reino. E o próprio Aladdin deixa claro que ela é capaz de ter tanto sucesso quanto sonha em ter.

Na maior parte dos live-actions da Disney, eles tentaram “consertar” as personagens femininas ao dar a elas aspirações mais modernas. No entanto, essas modificações precisaram ser bem pensadas e desenvolvidas.

É importante valorizar a lógica dessas mudanças, pois, caso elas não fossem logisticamente raciocinadas, o desejo de Jasmine de se tornar Sultana e seus conhecimentos políticos de Agrabah não seriam uma extensão da versão original dela.

A forma como as coisas foram colocadas fazem perfeito sentido: a Princesa Jasmine queria governar Agrabah por acreditar que conhecia seu reino melhor do que algum príncipe estrangeiro, de forma que esse desejo fosse uma forma de expandir e desenvolver o papel da princesa e agradar a audiência moderna ao mesmo tempo.

Além disso, como Jasmine está posicionada como o maior obstáculo político para o plano maligno de Jafar de dominar Agrabah, de forma que a princesa se torne mais necessária para o desenrolar da história de Aladdin.

Ninguém Me Cala – Trilha Sonora

A princesa Jasmine tem um papel importante no clímax causado por Jafar, ao acreditar na história de Aladdin sobre o vilão ter tentado matá-lo. O discurso de Jasmine realmente tira o poder de Jafar como Sultão.

Princesa Jasmine de Naomi Scott. | Foto: Reprodução.

O grande momento da princesa também contou com a adição de uma música solo na trilha sonora, feita especificamente para ela. No filme original, Jasmine só canta o dueto Um Mundo Ideal com Aladdin.

Ninguém Me Cala é uma adição ao live action que deu a Jasmine seu próprio número musical, que ajudou a desenvolver a personagem, mostrando sua luta desde perceber que se sentia calada até aprender a usar sua voz para fazer grandes mudanças para o bem.

Princesa Jasmine tem o que merece com o novo final de Aladdin

Jasmine Live Action
Princesa Jasmine live-action. | Foto: Reproduçaõ.

A versão original do filme finaliza com a Princesa Jasmine e Aladdin podendo se casar porque o pai dela aboliu a lei que obrigava a princesa a casar com um príncipe.

Mesmo que a Princesa Jasmine de 1992 tenha alcançado seus objetivos, ela só consegue isso porque seu pai mudou a lei. A nova Jasmine conquista as coisas por conta própria, convence o pai de que ela deveria ser Sultana e ganha autonomia para mudar a lei, governar Agrabah e viver seu amor com Aladdin.

A conclusão faz sentido para Jasmine e para Aladdin, com Jamine como Sultana e Aladdin como seu marido. Até porque, ela é quem foi ensinada sobre as relações políticas de Agrabah com outros reinos da região. Por mais que Aladdin conheça bem Agrabah, ela é muito mais qualificada para o cargo.

Todas essas mudanças na história de Jasmine e a expansão do papel dela foram efetivas para o desenvolvimento da personagem. Ela foi desconstruída para se tornar uma personagem sólida e se transformar em uma heroína moderna.

Jasmine sempre teve um grande potencial como personagem da Disney, mas o remake de Aladdin a transformou na melhor princesa.

Vilão da Disney – Jafar

Jafar é o grande vilão de Aladdin e suas maldades afetam o protagonista e sua princesa, Jasmine. O antagonista da história é Vizir Real do Sultão, o segundo homem mais poderoso de Agrabah. Ele, contudo, é descrito como um homem mal, que disfarça suas reais intenções, dominar o reino.

Jafar é o vilão de Aladdin.
Jafar é o vilão de Aladdin. | Foto: Reprodução.

Ambicioso, o feiticeiro deseja a lâmpada mágica para se apossar dos poderes do Gênio e conquistar o reino de Agrabah, derrubando o Sultão. Para conquistar o que deseja, entretanto, o vilão está disposto a fazer qualquer coisa, até mesmo colocar a vida de inocentes em risco.

Jafar é um dos vilões mais terríveis da franquia Disney Villains, porém, um dos mais cômicos. Ele possui um humor ácido que surge nos melhores momentos da animação, dando-lhe uma nova face. Esse humor pode ser comparado ao de Úrsula, vilã de A Pequena Sereia, e Hades, vilão de Hércules.

Príncipes da Disney – Aladdin

Aladdin é o protagonista da animação homônima da Disney de 1992 e o par romântico da Princesa Jasmine. O personagem é inspirado no conto  Aladdin e a Lâmpada Maravilhosa, presente no livro As Mil e Uma Noites (Arabian Nights). Na franquia de Príncipes da Disney, o jovem é o único com um filme próprio, pois a maioria são personagens secundários, com exceção de Adam, que divide o protagonismo com Bela.

O jovem é descrito como um rapaz com cerca de 18 anos, pele morena, cabelos pretos compridos e grandes olhos castanhos. Aladdin foi o primeiro príncipe não caucasiano criado pela Disney, sendo sucedido por Naveen, de A Princesa e o Sapo.

Aladdin, par romântico de Jasmine, é o primeiro príncipe da Disney a ser o protagonista de seu filme.
Aladdin, par romântico de Jasmine, é o primeiro príncipe da Disney a ser o protagonista de seu filme. | Foto: Reprodução.

Na história, Aladdin é um ladrão que após encontrar uma lâmpada mágica, usa os poderes do artefato para se disfarçar de príncipe e conquistar Jasmine, a princesa de Agrabah. Os planos do jovem, no entanto, são interrompidos por Jafar, o vilão da história. No final, contudo, o rapaz fica com a princesa e se torna um herói para o reino.

Curiosidades

  • Jasmine é a única princesa da marca Princesas Disney que não possui um filme próprio, porém, é uma das mais populares do grupo.
  • Na primeira versão de Aladdin, o jovem teria três amigos com ele, Babkak, Omar e Kassim, e seriam dois gênios, um da lâmpada mágica e outro de um anel mágico.
  • Aladdin foi inspirado na aparência de Tom Cruise, no entanto, o personagem foi imaginado, a princípio, com Michael J. Fox.
  • Princesa Jasmine é inspirada na atriz Jennifer Connelly.
  • A aparência de Jafar foi inspirada em Malévola, vilã de A Bela Adormecida.
  • No terceiro filme de Aladdin, Jasmine aparece usando o vestido de Cinderela e o de Branca de Neve.
  • Aladdin foi a maior bilheteria de 1992, com um faturamento de 200 milhões de dólares.

Ficha Técnica – Aladdin (1992)

Título Original: Aladdin
Duração: 1h33min
Lançamento: 25 de novembro de 1992
Distribuidora: Buena Vista Pictures e Walt Disney Pictures
Dirigido por:  John Musker e Ron Clements
Classificação: Livre
Gênero: Fantasia, Animação, Aventura, Musical
País de Origem: EUA

0 Comentários

Tags mais acessadas