A volta da Libertadores para os times brasileiros
Menu & Busca
A volta da Libertadores para os times brasileiros

A volta da Libertadores para os times brasileiros

Home > Notícias > Esporte > A volta da Libertadores para os times brasileiros

Após mais de seis meses de paralisação, a maior competição de clubes na América Latina, a Taça Libertadores da América 2020 está de volta. Interrompida no mês de março pela pandemia, o torneio retorna em sua fase de grupos, na terceira rodada, prometendo muita disputa, competição e emoção para os clubes brasileiros, que em geral, voltaram a jogar no mês de julho em suas competições locais. 

Libertadores
Troféu da Libertadores. | Foto: Conmebol.

Esse retorno, ainda que muito debatido, foi definido pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), adotando diversas alterações no regulamento, prevendo segurança sanitária às equipes e colaboradores.

Um ponto fundamental nessa retomada é o tempo que as equipes do continente tiveram de treino e regresso aos jogos; por exemplo, países como Bolívia, Argentina e Venezuela ainda não haviam permitido o retorno do futebol até a Liberta, em detrimento dos paraguaios que estão jogando desde junho. 

Troféu da Libertadores
Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol. | Foto: RBS.

Ontem, dia 15 de setembro, o Athlético Paranaense foi a primeira equipe do país a voltar a disputar a bola na Libertadores, enfrentando o Jorge Wilsterman (equipe boliviana) na altitude de Cochabamba, conquistando uma vitória heroica de virada, a qual conferiu ao Furacão a liderança no Grupo C com 6 pontos, mesma pontuação do Colo-Colo, abrindo uma vitória de vantagem ao tradicionalíssimo Peñarol e ao então Wilsterman. 

Conmebol
Walter marcou o gol da virada, por 3×2, de ontem. | Foto: Aizar Ralds

Fechando a terça-feira, o Santos recebeu o Olímpia-PAR na Vila Belmiro, em duelo de duas equipes tricampeões da competição. O peixe não conseguiu usar a sua velocidade e movimentação ofensiva, ainda que com um jogador a mais (Olímpia teve uma expulsão), terminando o jogo no placar de 0x0, que deixou o clube do litoral na ponta do Grupo G com 7 pontos, dois a mais que os próprios paraguaios.  

Marinho
Marinho, craque do peixe, não conseguiu balançar as redes ontem. | Foto: GE.Globo.

Hoje, a quarta-feira será muita emoção para três equipes brasileiras: a dupla GRENAL, que faz história estando no mesmo Grupo E, voltam a campo após o clássico gaúcho (0x0) das inacreditáveis oito expulsões no dia 13 de março. Cheios de desfalques, e líderes do chaveamento com 4 pontos, o Grêmio viaja ao Chile para enfrentar a Universidad Católica, laterna do grupo com 0 pontos, e o Internacional receberá em Porto Alegre, no Beira-Rio, o América de Cali (Colômbia). 

Libertadores
Pancadaria marcou o GRENAL na Libertadores. | Foto: Raúl Pereira/Estadão.

Já o Palmeiras, regressa na competição estando com 100% de aproveitamento, na ponta do Grupo B. A tarefa não será das mais fáceis, terá de viajar à altitude assustadora de La Paz, nos 3.640 metros, para visitar o Bolívar (não joga desde março); os três pontos hoje, partindo das vitórias conquistadas contra o Tigre-ARG e Guaraní-PAR, daria muita tranquilidade à classificação do verdão. 

Palmeiras
Elenco do Palmeiras busca sentir pouco a altitude. | Foto: Cesar Greco.

Já amanhã, outro paulistano entrará em campo, em um dos maiores clássicos da América, o embate entre São Paulo e River Plate no Morumbi. As duas equipes, que juntas possuem sete Taças Libertadores, estão empatados no Grupo D com 3 pontos, considerado por muitos o Grupo da Morte.  

A disputa ficou ainda mais embolada pelo fato da famosa Liga de Quito, a LDU, ter vencido o River na primeira rodada e sofrer uma goleada para o São Paulo na segunda. Ainda assim, o Tricolor havia perdido na estreia para o azarão do grupo, o novato Binacional, jogando na poderosa altitude de Juliaca-PER; a disputa promete ser embolada. 

Daniel Alves
Estrela do tricolor, Dani Alves será desfalque por ter fraturado o braço. | Reprodução: Instagram.

Fechando a lista, o atual campeão Flamengo retorna em outro momento na competição; após a saída do treinador português Jorge Jesus, o rubro-negro vem oscilando no Brasileirão com o novo técnico, o espanhol (ex-auxiliar de Pepe Guardiola) Domènec Torrent

No entanto, a situação no grupo está tranquila, dividindo a ponta com 6 pontos (100%) junto ao Indepiendente Del Valle, atual vencedor da Copa Sul-Americana, justamente ele o adversário de amanhã. O jogo será no Equador, e quem vencer praticamente liquida a qualificação ao mata-mata, visto que os demais membros do grupo, Barcelona de Guayaquil e Junior Barranquilla, estão zerados. 

Gabigol
Autor dos gols do título em 2019, Gabigol é visto por muitos como a estrela da Libertadores. | Foto: Bruno Baketa.

___________________________
Por Luiz Henrique Marcolino Cisterna – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas