Home / Colunas / A pressão psicológica durante a vida acadêmica

A pressão psicológica durante a vida acadêmica

Por Mayara Santos e Ligia Barcala – Fala! Anhembi

A pressão para a escolha de uma carreira logo após o término do ensino médio faz com que muitos jovens ingressem na faculdade sem a consciência plena do caminho que estão tomando. Essa escolha, por vezes precipitada, acaba gerando futuros profissionais insatisfeitos, fazendo com que os recém-formados repensem toda sua formação e questionem se ela realmente valeu a pena.

Dados de 2014 mostram que 80% dos formandos das universidades brasileiras se encontram em apenas seis áreas do conhecimento, o que gera uma escassez de vagas e falta de espaço no mercado para tantos profissionais. Segundo o estudo “Educação para o trabalho: desenhando um sistema que funcione”, feito pela consultoria multinacional McKinsey & Company, apenas 45% dos universitários se sentem preparados para exercer sua profissão. A perspectiva das empresas não é muito diferente, uma vez que 48% delas não estão satisfeitas com os candidatos.

Leia Mais

Confira também

Quem narra, manipula – seja com a caneta, seja com a câmera

Por Lígia de Castro – JornalismoJr ECA-USP     Um personagem anda por uma rua. A ...

2 Coment.

  1. Muito bom o texto, parabéns às autoras.

  2. Gabriela Cavani

    Me identifiquei muito com o texto. Minha maior dificuldade era conseguir conciliar faculdade e trabalho, e pra isso não conseguia dormir direito, o que me deixava muito estressada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *