A importância da representação de personagens negros em produções
Menu & Busca
A importância da representação de personagens negros em produções

A importância da representação de personagens negros em produções

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > A importância da representação de personagens negros em produções

Em pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi constatado que a população brasileira é composta em cerca de 54% por pessoas negras. Entretanto, ainda é perceptível a baixa visibilidade que essa parcela da população possui no que tange à representatividade em produções audiovisuais.

Antes de adentrar mais profundamente nessa questão, é interessante conhecer o conceito de representatividade, palavra que tem sido usada de forma recorrente no mundo atual e pode ser definida como o ato de representar os interesses de determinado grupo, classe ou movimento.

Além da grande dificuldade para mudar esse cenário, existe ainda a barreira dos estereótipos, muito comuns, especialmente em novelas, onde o personagem negro raramente assume papéis de destaque, sendo por diversas vezes retratado como o criminoso, não confiável, ou então exercendo funções ligadas aos afazeres domésticos. Isso sem lembrar da constante objetificação do corpo tanto do homem, quanto da mulher negra. Esse tipo de estereótipo não apenas demonstra como o racismo está internalizado em nossa sociedade, mas também contribui ativamente para reforçá-lo.

Esse cenário não é exclusivo do Brasil, é muito comum ver séries e filmes estrangeiros em que personagens negros são apenas coadjuvantes, amigos dos protagonistas. 

Pantera Negra marca uma maior representatividade negra nas produções. | Foto: Reprodução/Marvel Studios/Walt Disney Pictures.

Mas por que é importante a representatividade negra nas produções?

Todo esse contexto apresentado acima, levanta a questão da importância que a representatividade exerce no âmbito social.

1. Dar voz 

Primeiramente, a inserção de mais personagens negros em grandes produções poderá permitir diálogos mais abertos acerca da luta e o compartilhamento de suas experiências acumuladas ao longo de toda sua história.

2. Inspirar pessoas

Além disso, sabe-se da importância que a representatividade tem para o processo de autoaceitação de crianças e adolescentes negros. Quando essas pessoas que passaram a vida toda assistindo a filmes e séries compostos por personagens majoritariamente brancos, têm acesso a um conteúdo com personagem com os quais se identificam, ajudam a compreender mais sobre sua história e contribui para elevar sua autoestima. Um exemplo recente está no lançamento da Marvel, o filme Pantera Negra (2018), onde o elenco é formado em sua grande maioria por pessoas pretas, interpretando personagens de destaque, super-heróis e heroínas fortes, proporcionando essa sensação de identificação.

3. Reparação histórica

Ainda hoje é muito nítida a desigualdade racial no Brasil, muito devido a questões históricas, reflexos da época escravocrata e que, mesmo hoje, impactam em diversos aspectos a vida de inúmeras pessoas negras. Como já foi abordado anteriormente, essa desigualdade se reflete também no mundo da ficção, o que pode influenciar diretamente a percepção de jovens. Portanto, é de extrema importância a existência de personagens negros em posições de maior destaque, para que, dessa forma, possam inspirar crianças, adolescentes e até mesmo adultos a enxergarem potencial em si mesmos.

Por fim, é válido ressaltar que a mudança vem ocorrendo de maneira gradativa, já é possível notar uma maior presença de pessoas pretas no cenário audiovisual, no entanto, a caminhada ainda é longa e deve se manter firme.

______________________________
Por Rebeca Uzêda dos Santos – Fala! UFBA

Tags mais acessadas