Home / Colunas / A Bela e a Fera – Escrevemos uma resenha sobre o filme !

A Bela e a Fera – Escrevemos uma resenha sobre o filme !

Por: Maria Luiza Capp Juocys – Fala! Cásper

 

E com a onda dos remakes de animações, chegou na quinta-feira passada, (16/03), o filme mais esperado pelos amantes da Disney dos últimos anos: A Bela e a Fera.

A história nós todos já conhecemos – a linda filha de um cientista, Bela, cobiçada pelo egocêntrico valentão Gaston, mora em um pequeno vilarejo na França e torna-se prisioneira de uma horrível fera, que ao tomar o lugar de seu pai, é acusado de invadir o castelo amaldiçoado, onde tudo é vivo.

foto02

O filme, sendo uma versão live-action de um clássico infantil, nos dá a sensação de que já sabemos cada detalhe que está para acontecer em seu enredo, o que rapidamente se dissipa ao desenrolar da história, pois por mais fiel que seja ao original, conta com diversas cenas adicionais e também com quatro músicas inéditas, tornando-o ainda mais emocionante.

As cenas deixam o filme mais completo, explicando algumas questões em aberto sem provocar o menor desnível que fosse na narrativa original, dando enfoque também ao passado dos protagonistas.

A tão comentada Emma Watson não poderia ser passada em branco. Mostrando-se forte e independente, sem perder a pureza da personagem e transpassando sempre muita emoção, a atriz encheu de lágrimas os olhos dos telespectadores, ao lado do também notável Dan Stevens, interpretando a Fera, que passa de um aterrorizante vilão para um mocinho que conquistou o coração da plateia em instantes.

FOTO1

Gaston e seu amigo LeFou, interpretados por Luke Evans e Josh Gad, também recebem grande destaque, dando um tom a mais de humor na obra. Os dois trazem a dose certa de comédia, misturando o egocentrismo de Gaston com o desejo reprimido de LeFou pelo mesmo.

Mais uma vez a Disney se supera apresentando objetos tão carismáticos e bem humanizados, que por mais que sejam dublados a maior parte do filme, apresentam uma interpretação excelente, como o candelabro Lumière (Ewan McGregor), o relógio Cogsworth (Ian McKellen), o bule de chá Madame Samovar (Emma Thompson) e o Guarda-Roupa (Audra McDonald).

É impossível não falar da produção impecável do filme, com apuro na ambientação – da aldeia francesa e do castelo encantado – dos figurinos bastante parecidos com o da primeira versão, e dos efeitos especiais fantásticos, principalmente no que se trata dos objetos mágicos e da transformação da Fera.

a-bela-e-a-fera-20170309-026

Não há adjetivo melhor para dar ao filme do que “de tirar o fôlego”. A Bela e a Fera é de emocionar os nostálgicos pela incrível semelhança com o original da Disney, e de encantar mesmo os que não conheceram a primeira versão pela beleza e grandiosidade da trama, que não se faz refém do passado.

Repleta de romance, humor e aventura, e para qualquer idade. Assistir uma vez é obrigação, mas duvido que isso seja suficiente para que se possa apreciar cada detalhe.

442219

Confira também uma lista com 10 filmes brasileiros disponíveis no YouTube e tudo que rolou no Oscar 2017.

Confira também

Crítica: Aquaman – a DC respira (embaixo d’água)

Por Layon Lazaro – Fala!USP A DC respira – embaixo d’água Toda vez que um ...

2 Coment.

  1. Gostei me ajudou muito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *