8 filmes que todo estudante de Jornalismo deveria assistir
Menu & Busca
8 filmes que todo estudante de Jornalismo deveria assistir

8 filmes que todo estudante de Jornalismo deveria assistir

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > 8 filmes que todo estudante de Jornalismo deveria assistir

É muito interessante ver a nossa profissão sendo representada nos cinemas, não é mesmo? Há aqueles filmes que são capazes de fornecer valiosas lições, os que provocam reflexões sobre questões do cotidiano, os que relembram fatos que aconteceram na história e também os que são pura ficção.

Seja para refletir, intensificar a sua admiração pelo papel do jornalista na sociedade ou apenas se distrair, filmes ótimos para assistir não faltam. Se eu fosse enumerar todos, a lista seria enorme! Por isso, decidi selecionar os 8 mais queridinhos e que considero que toda(o) apaixonada(o) por jornalismo precisa assistir. Confira:

filmes
8 filmes que todo estudante de Jornalismo deveria assistir. | Foto: Montagem/Reprodução.

Filmes que todo estudante de Jornalismo deveria assistir

1. O Abutre

O Abutre conta a história de Lou Bloom (Jake Gyllenhaal), um jovem desempregado que busca diversas formas de conseguir se estabelecer em Los Angeles. Lou acaba tendo contato com o submundo do telejornalismo policial por meio de repórteres freelancers, após não conseguir um emprego formal.

Ele começa a filmar crimes e acidentes de trânsito para vender para os jornais televisivos. Com o tempo, ele percebe que pode ganhar mais dinheiro “fabricando” as notícias. O filme tem como um de seus objetivos discutir a ética dentro do jornalismo, e leva a reflexões sobre até onde vale a busca pela notícia a qualquer custo. 

O Abutre mostra a maneira como alguns meios de comunicação agem para garantir as altas audiências. É um filme que pode ajudar os profissionais e estudantes a repensarem sobre a postura que um verdadeiro comunicador social deve ou não deve ter.

2. Conspiração e Poder

Adaptado do livro de memórias Truth and Duty de Mary Mapes, o filme Conspiração e Poder conta a história real de Mary Mapes, responsável por investigar o caso do filho de George H. W. Bush que havia utilizado os privilégios de seu pai, na época em que era presidente, para não servir ao exército. Porém, ela acreditava que esse não era um caso único e, junto com o repórter Dan Rather, se empenhou em denunciar esse esquema.

O filme sustenta com o realismo e o clima frenético dentro da emissora de TV, com a produtora lutando para obter entrevistas de militares e peritos, para confirmar a legitimidade dos papéis. Há pressões, também, da direção da CBS para que a matéria vá ao ar rapidamente, antes que sejam furados pela concorrência, que também já tem pistas sobre a história – cujas primeiras matérias, curiosamente, foram publicadas já em 2000, pelo mesmo jornal The Boston Globe, que denunciou a pedofilia na igreja católica retratada em Spotlight.

Na trama, a jornalista pretende abalar a reeleição de Bush, mas acaba descredibilizada, o que coloca em risco a credibilidade da emissora CBS.

3. The Post (um dos filmes clássicos de jornalismo)

Indicado ao Oscar 2018 de melhor filme, The Post relata o dilema real que viveu o jornal The Washington Post no início da década de 70. O filme fala sobre a história de dois jornalistas do jornal que caíram no empasse de publicar ou não os documentos comprovando que o presidente Nixon havia inibido a liberdade de imprensa.

O presidente havia processado o The New York Times com base na Lei da Espionagem por publicar uma série de reportagens denunciando a verdadeira atuação dos EUA na Guerra do Vietnã.

O jornal estava prestes a entrar na bolsa de valores, para atrair investidores e ganhar fôlego financeiro. E a divulgação desses dados colocaria o jornal nos tribunais e os donos poderiam ser presos, o que causaria um impacto financeiro negativo.

4. Cidadão Kane (um dos filmes clássicos de jornalismo)

Um clássico do cinema e do jornalismo. Considerado um dos melhores filmes de todos os tempos, Cidadão Kane é também um dos mais frequentemente recomendados para estudantes e profissionais de jornalismo.

Cidadão Kane é narrado através de memórias pesquisadas por um jornalista. Apesar de se pautar na história de Hearst, no filme, o personagem principal se chama Charles Foster Kane, que vai de garoto pobre do interior a dono de um império de jornalismo e publicidade.

O filme, baseado na trajetória de vida do milionário Willian Randolph Hearst, traz uma narrativa repleta de avanços e retrocessos no tempo sem causar confusão ao espectador. Cidadão Kane tem montagem e ritmo alucinantes. Suas idas e vindas lembram o funcionamento da mente, o pensamento que busca conexões a todo o momento, em saltos. Assim como a morte de Kane, somente nós, os espectadores, sabemos o segredo de Rosebud.

5. Zodíaco

O filme Zodíaco é ambientado nos Estados Unidos dos anos 60 e 70 e conta a história de um serial killer que envia cartas criptografadas para três jornais, assumindo assassinatos e ameaçando cometer outros se essas cartas não forem publicadas.

O cartunista de um dos jornais (Jake Gyllenhaal) decifra as cartas e resolve investigar a identidade do assassino, ajudado pelo repórter policial (Robert Downey Jr.). O filme mostra os riscos e desafios do jornalismo investigativo, além da responsabilidade da imprensa ao divulgar informações que podem causar pânico e colocar pessoas em perigo.

6. Todos os Homens do Presidente (um dos filmes clássicos de jornalismo)

O filme, de cunho histórico, se passa nos Estados Unidos no início da década de 70 e relata a investigação jornalística que se deu na renúncia do então presidente Richard Nixon. O roteiro destaca a história de Robert Woodward e Carl Bernstein, também jornalistas do Washington Post, que se aventuram em uma série de pesquisas sobre a invasão no edifício Watergate, meses antes da reeleição de Nixon.

No prédio, funcionava o principal comitê de campanha dos Democratas, que tinham George McGovern como candidato a presidente. Logo suspeitou-se de espionagem política por parte dos republicanos. Mesmo com a reeleição, os jornalistas se dedicaram a investigar o caso e descobriram o envolvimento do presidente, do FBI e da CIA no caso.

O filme narra especialmente a saga desses dois profissionais que acabam se deparando com uma rede de espionagem e lavagem de dinheiro.

7. Frost/Nixon

O filme acontece três anos depois da renúncia de Richard Nixon. O apresentador britânico David Frost tem a ideia de entrevistar Nixon e vender a entrevista para os telejornais. Nixon aceita ser entrevistado depois de receber 600 mil dólares e também porque acredita ser uma oportunidade de limpar sua imagem e retornar à política, já que ele não enxergava Frost como um “jornalista perigoso”.

O filme Frost/Nixon mostra a “guerra” oculta entre entrevistado e entrevistador e a importância do jornalista ser bem informado e habilidoso na hora de formular suas perguntas para conseguir a notícia.

8. Repórteres de Guerra

O filme Repórteres de Guerra relata o trabalho de quatro fotógrafos que são enviados para a África para cobrir as primeiras eleições ao final do regime do Apartheid. Lá, eles têm a missão de registrar os acontecimentos diante de um país em guerra, com a difícil escolha de não poder interferir em nada e mantendo-se neutros em uma África do Sul em crise e em volta de tanta miséria. O longa mostra como funciona a posição da imprensa diante ao caos.

O que você está esperando para assistir a todos esses filmes?

___________________________________
Por Sabrina Ferreira – Fala! Centro Universitário Brasileiro de Pernambuco – Recife

Tags mais acessadas