5 filmes para quem amou 'A Mulher na Janela' da Netflix
Menu & Busca
5 filmes para quem amou ‘A Mulher na Janela’ da Netflix

5 filmes para quem amou ‘A Mulher na Janela’ da Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > 5 filmes para quem amou ‘A Mulher na Janela’ da Netflix

A Mulher na Janela estreou no dia 14 de maio e, rapidamente, subiu para o TOP10 da Netflix. O filme é um suspense psicológico estrelado por Amy Adams e dirigido por Joe Wright (O Destino de Uma Nação). A história fala sobre Anna, uma psicóloga que, após traumas pessoais, se isola em sua casa. Sua vida, no entanto, muda após novos vizinhos se mudarem para seu bairro.

5 filmes para quem amou A Mulher na Janela da Netflix.
5 filmes para quem amou A Mulher na Janela, da Netflix. | Foto: Reprodução.

O longa-metragem, contudo, se assemelha a outros filmes do gênero, que, assim como ele, possuem um final surpreendente e uma história intrigante. A seguir, confira 5 filmes para quem amou A Mulher na Janela, disponível na Netflix.

5 filmes para quem gostou de A Mulher na Janela

A Garota no Trem

A Garota no Trem (2016) é um filme do gênero thriller, estrelado por Emily Blunt e dirigido por Tate Taylor. O longa conta a história de Rachel, uma mulher repleta de problemas pessoas que, todos os dias, observa um casal misterioso de dentro do trem. Sua vida, contudo, muda quando ela presencia um assassinato. Envolvida com o crime, ela tenta desvendar o que houve na casa de número 15 e quem é o culpado pelo crime que presenciou.

Assim como A Mulher na Janela, A Garota no Trem possui um desfecho surpreendente e o esforço das protagonistas de provarem seu ponto é comovente. O filme está disponível no YouTube, e a Netflix, recentemente, lançou uma versão indiana do longa-metragem em sua plataforma.

Garota Exemplar

Se A Mulher na Janela é um filme que prova que nada é o que parece ser, Garota Exemplar (2014) apenas reforça essa mensagem. A trama fala sobre Amy (Rosamund Pike), uma mulher normal que, no dia de seu aniversário, desaparece misteriosamente e a polícia desconfia que seu marido, Nick (Ben Affleck), esteja envolvido no caso. As coisas, no entanto, não são o que parecem e Amy esconde terríveis segredos.

O longa esteve no catálogo da Netflix por muito tempo, contudo, foi retirado recentemente. Para aqueles que desejam assistir, entretanto, é possível encontrá-lo no Amazon Prime Video.

Ilha do Medo

O suspense Ilha do Medo (2010) é estrelado por Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo e dirigido por Martin Scorsese. O longa fala sobre Teddy, um detetive que, junto a seu parceiro, é enviado a um hospital psiquiátrico para investigar a fuga de um assassino. No decorrer da trama, entretanto, uma rebelião ocorre dentro do presídio e coisas estranhas acontecem com o investigador.

Assim como A Mulher na Janela, Ilha do Medo desafia a razão de seus personagens e põem em dúvida a sanidade de seus protagonistas. O filme está disponível na Netflix e está entre os filmes com finais surpreendentes de seu catálogo.

Fuja

Fuja (2020) é um dos títulos originais da Netflix em parceria com a Lionsgate, com uma premissa um pouco óbvia, porém, com um final surpreendente, assim como o de A Mulher na Janela. A trama, estrelada por Sarah Paulson, fala sobre Diane e Chloe, mãe e filha que vivem felizes. A história, no entanto, sofre uma reviravolta quando a jovem desconfia que sua mãe seja a responsável por suas doenças.

O longa está disponível na Netflix e seu final é um grande plot twist, assim como o desfecho da produção com Amy Adams.

Corra!

Corra! (2017) é um longa de terror psicológico estrelado por Daniel Kaluuya e dirigido por Jordan Peele, com o maior número de indicações ao Oscar para um filme de seu gênero. A história aborda a visita de Chris à família de sua namorada, Rose. Quando conhece os sogros, no entanto, o jovem fotógrafo desconfia que tenha algo de errado com eles.

Assim como A Mulher na Janela, Corra! mostra que todos guardam segredos sombrios, não importando sua aparência ou idade. O filme está disponível no YouTube para aqueles que se interessarem.

________________________________________
Por Luiza Nascimento – Redação Fala!

Tags mais acessadas