5 atletas olímpicos brasileiros que fizeram história nas Olimpíadas
Menu & Busca
5 atletas olímpicos brasileiros que fizeram história nas Olimpíadas

5 atletas olímpicos brasileiros que fizeram história nas Olimpíadas

Home > Notícias > Esporte > 5 atletas olímpicos brasileiros que fizeram história nas Olimpíadas

Apesar do adiamento por conta da pandemia, agora é definitivo, no dia 23 de julho de 2021, será dada a largada das Olimpíadas. O Brasil participou de 22 das 28 edições dos jogos olímpicos, a primeira aparição foi em 1920, na Antuérpia. Desde então, marcou presença em todas as edições, com exceção em 1928, em Amsterdã. Muitos atletas brasileiros fizeram história nas competições, recordes quebrados, questões sociais superadas e muitos mais. E nesta matéria, você irá conhecer um pouco da história de cinco personalidades muito importantes na história olímpica brasileira.  

5 atletas brasileiros que fizeram história nas Olimpíadas

Guilherme Paraense (Tiro olímpico)

Olimpíadas
Guilherme Paraense. | Foto: Reprodução.

Nascido em Belém, Guilherme Paraense foi o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha olímpica. O ex-militar praticava a modalidade tiro olímpico e, nas Olimpíadas de 1920, assumiu o lugar mais alto do pódio, pela categoria tiro com pistola rápida. Uma conquista histórica, pois os Jogos de Antuérpia foram marcados pela primeira participação brasileira, e mesmo com uma delegação numericamente reduzida, e também com um deslocamento precário para a Bélgica, Guilherme conquistou o primeiro ouro olímpico para o Brasil.

Sandra Pires e Jacqueline Silva (Vôlei de praia)

Sandra Pires e Jacqueline Silva
Sandra Pires e Jacqueline Silva. | Foto: Reprodução.

As atletas brasileiras tardaram para subir no pódio olímpico, porém, quando alcançaram esse feito, foi de forma magistral. Os jogos olímpicos de Atlanta, em 1996, foram marcados pela estreia do vôlei de praia como modalidade olímpica, que deu início a um ciclo vitorioso para o Brasil. Nos Estados Unidos, as duplas brasileiras brilharam, Sandra Pires e Jacqueline Silva se sagraram campeãs, e a medalha de prata também ficou em mãos brasileiras, Adriana Samuel e Mônica Rodrigues foram as vice-campeãs da competição. Destaque para o bom desempenho brasileiro na modalidade, são 7 medalhas femininas e 6 medalhas masculinas desde 1996.

Robert Scheidt (Vela)

Olimpíadas 2020
Robert Scheidt. | Foto: Reprodução.

Nas Olímpiadas de 1996, também ocorreu uma estreia muito importante para o esporte brasileiro, com 24 anos de idade, o paulista Robert Scheidt ganhou seu primeiro ouro na vela olímpica. A modalidade o proporcionou mais um ouro em 2004, duas pratas em 2000 e 2008, e um bronze em 2012. Vinte e cinco anos depois de sua primeira conquista, preparem-se para ver Scheidt mais uma vez na disputa, o velejador está se preparando para sua sétima participação olímpica, nos Jogos de Tóquio.

Adhemar Ferreira da Silva (Salto triplo)

Olimpíadas destaques
Adhemar Ferreira da Silva. | Foto: Reprodução.

Adhemar Ferreira da Silva é um dos nomes mais importantes na história do atletismo mundial, afinal, ser o primeiro brasileiro bicampeão olímpico não é para qualquer um. Em 1952, conquistou seu primeiro ouro olímpico, em território finlandês, Helsinque. Já em 1956, a viagem foi mais longa, em Melbourne, na Austrália, o paulista subiu no topo do pódio mais uma vez, nas duas ocasiões disputando a modalidade salto triplo.

Contudo, a carreira de Adhemar foi interrompida por problemas pulmonares, assim, competiu pela última vez em 1960, nas eliminatórias para a os Jogos Olímpicos do mesmo ano. Entende-se que essa complicação médica se deu por um costume nada saudável, o atleta fumava desde os 16 anos. Mesmo com uma trajetória mais curta, Adhemar só foi igualado 48 anos depois, quando outros atletas brasileiros também foram bicampeões olímpicos em outras modalidades.

Maurren Maggi (Salto em distância)

Mauren Maggi
Maurren Maggi. | Foto: Reprodução.

Como foi dito anteriormente, em 1996, as mulheres brasileiras foram campeãs olímpicas pela primeira vez, mas em modalidades coletivas, em 2008, Maurren Maggi foi a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha de ouro em modalidade individual. O título da brasileira veio no detalhe, na final, superou a russa Tatyana Lebedeva por um centímetro de diferença, e com um salto de 7,04 metros de distância, levou a medalha de ouro para casa.

Depois do feito, Maggi ganhou o prêmio de atleta do ano de 2008, pelo Comitê Olímpico Brasileiro. A atleta ainda disputou as Olimpíadas de Londres, em 2012, mas seu desempenho não se repetiu, e três anos depois anunciou aposentadoria.

São mais de 100 anos de brasileiros fazendo história nos Jogos Olímpicos, vale a pena mencionar alguns grandes nomes que ficaram de fora, como Vanderlei Cordeiro de Lima (maratona), César Cielo (natação), Rafaela Silva (judô), Formiga (futebol feminino), João do Pulo (salto em distância), Hortência (basquete feminino), entre outros brilhantes atletas. Em julho, mais uma página dessa história será escrita.

________________________________
Por Gustavo Aurélio Ribeiro Ariceto – Fala! Cásper

Tags mais acessadas