40 anos sem John Lennon: relembre a morte e os sucessos do ex-Beatle
Menu & Busca
40 anos sem John Lennon: relembre a morte e os sucessos do ex-Beatle

40 anos sem John Lennon: relembre a morte e os sucessos do ex-Beatle

Home > Entretenimento > Música > 40 anos sem John Lennon: relembre a morte e os sucessos do ex-Beatle

Em 8 de dezembro de 1980, John Lennon foi assassinado em frente à sua casa, o Edifício Dakota, em Nova York. Hoje, 40 anos após sua morte, o ex-Beatle continua a ser lembrado como uma das maiores revelações da música de todos os tempos.

De acordo com o jornalista Tom Brook, da BBC, as palavras ditas por Yoko Ono, dois anos após seu falecimento, ressoam até hoje. “Ele ainda está vivo, ele ainda está conosco, o espírito dele continuará, você não pode matar uma pessoa tão facilmente”.

Isto talvez seja o que é mais notável 40 anos após a morte de Lennon: o quanto seu espírito ainda está vivo em termos dos milhões de jovens que agora estão migrando para sua música.

Refletiu Brook.

Com isso, em meio à data, relembre sua morte e seus maiores sucessos – de The Beatles à carreira solo.

John Lennon
Hoje, 8 de dezembro, a morte de John Lennon completa 40 anos. | Foto: Getty Images/BBC News Brasil.

John Lennon: morte do cantor completa 40 anos hoje

No dia 8 de dezembro de 1980, próximo das 17 horas, John Lennon autografou uma cópia de seu álbum Double Fantasy para o fã Mark David Chapman, em frente à sua casa. No momento, estava a caminho de uma sessão de gravação no Record Plant Studios, com Yoko Ono.

Depois da sessão, o casal voltou ao Edifício Dakota, em Nova York, aproximadamente às 22h50. Assim que saíram do veículo, Lennon levou quatro tiros nas costas. O responsável foi o mesmo fã que havia lhe pedido um autógrafo horas antes, Mark David Chapman.

Com isso, John entrou em uma viatura policial, que o encaminhou às pressas para o pronto-socorro do Hospital Roosevelt. No entanto, o músico não resistiu e foi declarado morto assim que chegou, às 23 horas.

Após o ocorrido, Ono emitiu uma nota alertando que não haveria funeral. Então, o cantor foi cremado e Yoko espalhou suas cinzas pelo Central Park. Mais tarde, construiu-se o memorial Strawberry Fields no local, como forma de homenagem.

Strawberry Fields
Strawberry Fields, no Central Park, em Nova York. | Foto: Pinterest.

Conforme o assassino, uma das motivações para cometer o crime foi a de ser lembrado para sempre. Admitindo sua culpa, foi preso imediatamente e sua sentença foi a prisão perpétua. Apesar de receber tal condenação, o criminoso “ganhou o direito de solicitar liberdade condicional após vinte anos de pena”, segundo a revista Veja. Com isso, Chapman solicitou onze pedidos, mas nenhum foi aceito.

The Beatles à carreira solo

Por mais precoce que tenha sido a morte de Lennon, o artista continua sendo um dos mais ouvidos nos canais de streaming. Dessa forma, possui mais de 6 milhões de ouvintes mensais, segundo a revista Claudia.

Em 1960, surgiu a banda The Beatles, na cidade de Liverpool. Mais tarde, o grupo formado por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr seria o mais influente de todos os tempos. Dentre seus maiores sucessos, destacam-se Yesterday, Let It Be, Hey Jude, Here Comes The Sun, Don’t Let Me Down e All My Loving.

Mesmo com tanta fama, a banda se separou oficialmente em 31 de dezembro de 1970, depois de McCartney entrar com uma ação pela dissolução da parceria. Com isso, os integrantes seguiram carreira solo. Lennon e McCartney foram os que mais fizeram sucesso.

Dessa maneira, John lançou seu disco solo em 1970, John Lennon/Plastic Ono Band. Mas não foi tão bem aceito pela crítica. Por outro lado, quando adotou uma postura diferente em seu segundo álbum, Imagine (1971), logo conquistou até os mais críticos. Inclusive, a canção título se tornou um hino para movimentos antiguerra.

Sendo assim, mesmo após quatro décadas de sua morte, John Lennon cativa novos cantores e mantém seu espírito em qualquer lugar do mundo.

_________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas