365 DNI: 8 coisas que não fazem sentido sobre o novo filme da Netflix
Menu & Busca
‘365 Dni’: 8 coisas que não fazem sentido sobre o novo filme da Netflix

‘365 Dni’: 8 coisas que não fazem sentido sobre o novo filme da Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘365 Dni’: 8 coisas que não fazem sentido sobre o novo filme da Netflix

O filme 365 DNI é conhecido como um dos maiores sucessos da Netflix em 2020. Com cenas quentes de romance, o filme polêmico conquistou muitos fãs, que anseiam por sua sequência. No entanto, alguns acontecimentos da produção polonesa simplesmente não fazem sentido. O site gringro Screen Rant mostrou 8 coisas que não fazem sentido sobre o romance, confira:

365 dni
8 coisas que não fazem sentido em 365 Dni.

8 coisas que não fazem sentindo em 365 Dni

1. Como Massimo se lembrou de Laura?

Massimo viu Laura pela primeira vez pouco antes de receber uma bala no peito e da morte de seu pai. Cinco anos depois, Massimo reconhece Laura no aeroporto, mesmo tendo a visto apenas por alguns segundos a metros de distância.

É irreal que ele se lembrasse de uma mulher aleatória depois de tanto tempo. Se ele tem a capacidade de se lembrar de tudo que vê, seria de se esperar que isso ocorresse mais de uma vez durante o filme.

2. Massimo pode se teleportar?

Massimo consegue seguir Laura por ruas vazias sem que ela detecte sua presença. Não há passos audíveis, então, não podemos culpá-la por não perceber. Ele também tem a incrível habilidade de prever onde ela estará o tempo todo, exceto naquele momento em que a perdeu por cinco anos.

No dia em que Laura foi sequestrada, ela virou repentinamente à direita e lá estava ele, esperando. Mas como ele estava lá?!? Ao menos que ele tenha um superpoder de teletransporte, ele deve passar o tempo todo esperando em becos escuros que garotas bonitas apareçam.

3. Promessa de Massimo de esperar pelo consentimento

Essa promessa é quebrada antes mesmo de Massimo conseguir pronunciar as palavras. Ele apalpa Laura contra sua vontade enquanto diz isso. Assim que a promessa é feita, ele a agarra pelo pescoço e a joga contra a parede.

E as violações de suas próprias regras pioram à medida que o filme continua. Quando ela se recusa a segui-lo até Roma, ele manda seus homens prendê-la em seu jato particular! Sua definição de “consentimento” é muito diferente da do resto do mundo.

4. Massimo diz que não “forçará as coisas” para Laura

Ele poderia apenas ter convidado Laura para uma xícara de chá. Mas, ao invés disso, o mafioso resolveu forçar um interesse amoroso, sequestrando Laura e impondo-a um encontro de um ano. Essa é definitivamente a pior opção caso você queira conquistar alguém. Suas motivações seriam mais fáceis de compreender se ele já tivesse tentado chamar sua atenção e falhado. De alguma forma, sequestro era o Plano A.

Segundo Massimo, o objetivo é dar a Laura a chance de se apaixonar por ele sozinha. Se falhar, ela está livre para ir. Vindo do homem que a sequestrou e agrediu momentos antes, devem ser palavras difíceis de acreditar.

5. Ela poderia ter pedido ajuda

Laura manda Massimo devolver o telefone para que ela possa ligar para a mãe. Ele não escuta a conversa, nem deixa homens espionando para ele. Laura é livre para dizer o que quiser. É quando ela, provavelmente, deveria mencionar o fato de que foi sequestrada em um país estrangeiro.

Em vez disso, Laura afirma calmamente que está tudo bem. Isso ocorre muito antes de ela aceitar sua situação. Logo após essa cena, ela tenta escapar de Massimo a pé novamente, tornando suas ações, na época, ainda mais confusas.

6. Laura perdoa o assassinato antes da traição

Toda essa coisa de sequestro é razão suficiente para odiar Massimo. Assistir a ele atirar na cabeça de seu próprio primo deveria ter dado ainda mais motivos para a refém odiar seu agressor. No entanto, Laura não parece se importar. Ela passa a aceitar a coabitação com um colega de quarto assassino rapidamente para uma mulher comum.

Mas a evidência de um caso é tudo o que ela precisa para largar o ex. Sob circunstâncias normais? Totalmente compreensível. Martin nunca foi um ótimo namorado. Mas trocar Martin por um assassino traficante de drogas é um decisão questionável.

7. Seduzir Laura é mais importante para Massimo do que encontrar o assassino de seu pai?

Fotos de Laura através de um par de binóculos mostram que ela está olhando diretamente para Massimo quando seu pai é morto. O sequestro de Laura o coloca na posse de uma testemunha-chave do crime que mudou sua vida. Mas ele nunca questionou sua refém sobre o assunto. Laura também não mostra interesse em discutir o evento.

8. Laura recebe uma oferta de emprego do nada

Uma empresa chamada Preston liga para oferecer um emprego a Laura em seu primeiro dia de volta à Polônia. De jeito nenhum ela estava preenchendo requerimentos do covil de Massimo. Se ela se inscrevesse e fosse a entrevistas antes de seu sequestro, isso significaria que demorariam meses para entrar em contato com ela. Laura ainda nem largou seu emprego atual neste momento.

Aquelas férias não anunciadas de dois meses provavelmente alertariam sua antiga empresa, mas também impediriam futuras empresas de trabalhar com ela.

Fonte: Screen Rant.

Tags mais acessadas