Inscreva-se agora e fique por dentro das novidades!
Quero me inscrever!
Menu & Busca
10 sintomas de um relacionamento abusivo

10 sintomas de um relacionamento abusivo

Um relacionamento é considerado abusivo quando a relação deixa de ser saudável e começa a possuir regras excessivas. O abuso não existe apenas nas agressões físicas, mas em agressões psicológicas, chantagens, culpabilização, proibições, controle da vida privada etc. Um relacionamento tem que somar na sua vida, e não subtrair. Se te faz mais mal do que bem, suspeite e coloque na balança. O amor cuida e não domina, aconselha e não ordena, amor é liberdade compartilhada.

Não se prenda a algo que te machuca por achar que aquilo é o máximo que alguém consegue te amar. Parceiros abusivos costumam passar a sensação de que são insubstituíveis, e que você é vulnerável. Não é incomum que as pessoas demorem a perceber que estão em um relacionamento tóxico.

Para ajudar, trouxemos 10 sinais de que seu relacionamento pode ser abusivo:

  • Seu parceiro já te proibiu de frequentar algum lugar. Seja bar, academia ou algum curso.
  • Seu parceiro não te proibiu, mas fez chantagem emocional para que você se sentisse culpada, caso fizesse aquilo.
  • Durante as brigas, ele(a) acabava jogando a culpa para você e no final de tudo você sempre acabava pedindo desculpas.
  • Fez você pensar que sua felicidade dependia dele(a).
  • Seu parceiro tentou te afastar de pessoas que você gosta.
  • Seu parceiro te proibiu de falar e manter contato com alguém.
  • Seu parceiro te proibiu de postar algum tipo de foto.
  • Seu parceiro te proibiu de dançar sem ele(a).
  • Tem ciúmes exagerado e se exalta em discussões.
  • Já tentou te diminuir em alguma situação.

Uma pesquisa com 580 garotas de 16 a 33 anos, revelou que 79% já passaram por um relacionamento abusivo, sendo que 20% delas já viveram essa situação mais de uma vez. Os outros 11% não vivenciaram, mas conhecem alguém que já.

Das 580 entrevistadas:

  • 13,3% Perceberam que o relacionamento era abusivo, mas acreditavam que o parceiro(a) mudaria
  • 9,8% Perceberam os abusos, mas gostavam muito da pessoa para terminar.
  • 15,2%  Ainda tem dúvidas se vivem ou viveram um relacionamento abusivo
  • 29,3% Demoraram a perceber os abusos
  • 32,4% Demoraram a perceber que o relacionamento era abusivo, mesmo com alertas de amigos.
  • Em 78% das vítimas foram agredidas verbalmente
  • 79% sentiam raiva de si própria por ter gostar da pessoa
  • 94% Já pediram desculpas e se sentiram culpadas por algo que acreditavam não ter culpa
  • 30% dos casos houve agressão física

Pedimos para mulheres que já passaram por um relacionamento abusivo deixarem uma mensagem de apoio às mulheres que estão em uma situação semelhante:

“Jamais se culpe e não fuja de novos relacionamentos por trauma daquele que foi abusivo. As pessoas e as relações são sempre diferentes. E o mais importante: não importa o que ele diga, o que ele faça ou que passe pela sua cabeça agora, você vai estar melhor sem ele! Muita força e muita luz!” – Fernanda, 22 anos

“Não se permita continuar em algo que te causa mal! Às vezes você não consegue perceber quão toxico é, mas sempre priorize sua própria saúde e bem estar. Se a pessoa não te faz bem, se afaste; por mais que isso possa lhe parecer assustador e difícil, vai ficar tudo bem!” – Marina, 20 anos

“Eu sei que é difícil aceitar, mas ele não vai mudar. Se apoie nas pessoas que gostam de você, e sai desse relacionamento. Acredita, você vai ficar melhor sem ele!” – Laura, 19 anos

“Reconhecer que estamos em um relacionamento abusivo não é fácil e muitas vezes isso leva um tempo. E leva um tempo ainda maior criar forças e coragem para nos libertar de uma situação que tanto nos faz mal. É muito doloroso deixar pra trás quem amamos, mesmo quando elas nos machucam, mas é necessário. Vai doer e você vai sentir saudades, mas daqui a algum tempo você vai se sentir muito mais orgulhosa de ter saído daquela situação, feliz consigo mesma. Força nessa batalha, mana, e não desanima não!” – Giovanna, 22 anos

Sabemos que pode ser difícil e nem tudo são flores, mas sempre existe um limite. A culpa dos problemas no relacionamento muitas vezes não é sua. Sua atitude nunca deve justificar a dele. Coloque-se em primeiro lugar e entenda que ninguém no mundo merece um relacionamento que não faz bem.

4 Comentários

  1. Bom dia goste i.

  2. 4 meses ago

    Ué? Só homem q é abusivo? ?? Mulher não abusa do homem não é? ? Reportagem lixo!! Editor deixe de ser amador,crie vergonha

    • sun hi
      4 meses ago

      Coitadinho do homem…
      Deixa de ser BURRO!!!!

  3. Natália
    4 meses ago

    Excelente matéria nada mais pode nos intimidar força na luta contra qualquer tipo de violência contra mulher.