Home / Universidades / Cásper / Um TCC sobre a Vila Belmiro e os seus 100 anos de existência

Um TCC sobre a Vila Belmiro e os seus 100 anos de existência

Diretamente da Cásper Líbero, o documentário “Vila Belmiro: 100 anos de paixão”, nos conta as milhares de histórias que aconteceram neste estádio, abordando figuras da nação santista, como torcedores, jogadores, técnicos, jornalistas esportivos e muitos outros.

O documentário foi desenvolvido por um grupo de alunos da Cásper, Beatriz Recco, Giovana Pinheiro, Nicolaos Garófalo e Victor Onofre, para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), mas nós podemos garantir que o conteúdo parece coisa de quem nem está mais na universidade.

CONFIRA O DOC:

Para sabermos um pouco mais sobre este trabalho, nós trocamos um papo com o grupo que produziu o doc. Confira:

foto 00

FALA!: Fala galera! Obrigado pelo tempo de vocês. A primeira pergunta é – por que vocês escolheram este tema para o TCC?

TCC: Imagina, nós que agradecemos a procura de vocês, é um prazer falar um pouquinho do nosso projeto aqui! Bom, a ideia surgiu de uma busca por assuntos no esporte que fossem inéditos, assuntos que mereceriam destaque por uma data comemorativa. Procurando o que faria 10, 50 ou 100 anos, encontramos o centenário da Vila Belmiro. Assim que encontramos, tínhamos certeza que o assunto seria esse. O Estádio Urbano Caldeira era exatamente o que procurávamos. A união do torcedor com o esporte, um reflexo de uma sociedade, de uma cidade inteira e de inúmeros craques: Pelé, Robinho, Neymar. A Vila merece ter sua história exaltada e contada.

FOTO 01 - Esporte Interativo
Esporte Interativo

 

FALA: Qual foi a entrevista mais emocionante, na opinião do grupo?

TCC: Tiveram muitas entrevistas emocionantes, como a do Pepe, ídolo do Santos e parceiro de ataque do Pelé, e do José Roberto Fernandes, filho do ídolo Antoninho Fernandes. Mas a do William Tavares, com certeza, foi uma das entrevistas mais apaixonadas das 21 que fizemos. Ele contou muitas histórias, acho que foram quase duas horas de entrevista, se não mais, em que ele falou basicamente sozinho. Foram tantas sonoras dele no primeiro manuscrito do roteiro, que quase chegamos a 100 minutos de filme. Doeu no coração cortar tantas falas legais. A Vilminha e o Helvídio Mattos também foram entrevistados que nos marcaram por terem uma paixão semelhante.

 

william tavares
William Tavares

 

FALA!: Vocês fizeram a cobertura do jogo comemorativo do centenário da Vila Belmiro, certo? Como foi essa experiência?

TCC: Foi bem diferente de todas as outras gravações externas! Primeiro, porque estávamos acostumados a filmar do meio da galera, para sentir o clima da Vila Belmiro, então entrar como imprensa foi bem diferente. E depois, porque foi o primeiro jogo em que o lado profissional falou mais alto que o lado apaixonado pelo esporte. Estávamos tão acostumados a entrar na farra da torcida, gravar sorrisos e cantar junto que estranhamos bastante fazer uma filmagem tão distante como aquela. Mesmo assim, ainda demos um jeito de ir lá no meio fazer umas últimas imagens do pessoal que nos acompanhou durante o ano.

foto 02

 

FALA!: O clube deu bastante liberdade para vocês? Tipo, o clube colaborou bem quando vocês precisavam de algo?

TCC: Fizemos um primeiro contato após o pré-projeto ser aprovado. O museólogo do clube, Guilherme Guarche, foi quem mais nos ajudou. Disponibilizou fotos, nos explicou detalhes da história e nos concedeu entrevistas. Além disso, fizemos um tour pelo estádio até o teto.  Depois, nós pagamos todos os ingressos para fazer as imagens do meio da torcida. Claro, eles liberaram a gente sem pensar duas vezes no dia da comemoração do centenário e, agora no final, eles deram a maior força com a exibição no Museu Pelé.

 

museu Pelé - santos na Web
Museu Pelé – Santos na Web

 

FALA!: E qual foi a parte mais difícil no processo do trabalho?

TCC: Definitivamente, a seleção do que ia ou não entrar no roteiro, principalmente por conta dos personagens maravilhosos que entrevistamos. Se a gente quisesse, dava para fazer um segundo documentário só com histórias do William Tavares, um terceiro só com as do Pepe, um quarto só com as do Guarche e por aí vai… A gente acabou criando carinho por umas entrevistas que, por melhor que estivessem, não encaixavam na narrativa, então eram cortadas. Foi muito mais difícil montar o roteiro do que arranjar as entrevistas.

 

FALA!: Durante as entrevistas, qual foi a maior curiosidade que vocês descobriram sobre o Estádio da Vila Belmiro?

TCC: Na verdade, foi uma coincidência geral entre todos os entrevistados. Uma das nossas perguntas era “Qual seu momento mais decepcionante na Vila Belmiro?” – e pelo menos 15 dos nossos entrevistados falaram do gol do Ronaldo Fenômeno em 2009 pelo Corinthians. Como narrativa, era genial, porque todas as entrevistas conversavam entre si, mas como histórias separadas, ficamos muito surpresos pelo número de pessoas que compartilharam esse mesmo momento com o mesmo sentimento! Outra coisa é ver como a torcida não abre mão de ter a Vila mesmo quando o Santos joga no Pacaembu. A Vilminha contou um episódio em que a taça do Paulistão de 2006 chegou à Vila de helicóptero para a torcida ver, e o William também contou quando cobriu a final da Libertadores de 2011, que também foi no Pacaembu, mas que foi transmitido para os torcedores no telão do estádio lotado. Ou seja, mesmo quando não tem jogo, a Vila tá respirando futebol e a torcida fazendo a parte dela pelo clube.

foto 3 - entrevista com Dorival Júnior.
Entrevista com Dorival Júnior

 

FALA: O professor orientador de vocês foi o Celso Unzelte, um dos maiores estudiosos sobre o Corinthians e, também, sobre o futebol brasileiro. Como foi trabalhar com ele?

TCC: Genial! Ele entende muito do assunto e direcionou a gente muito bem o tempo todo, não só ajudando a formular as perguntas para todos os entrevistados, como também quais das nossas “entrevistas de estimação” cortar do roteiro. O Celso esteve ao nosso lado em todos os momentos do documentário e, com certeza, foi muito mais que um orientador nesse processo inteiro.

CelsoUnzelte - portal IMPRENSA
Celso Unzelte -Portal Imprensa

 

FALA!: E para fechar, querem mandar um recado para todo mundo que ainda não assistiu?

TCC: Modéstia a parte, acho que nós escolhemos um tema que transcendeu qualquer torcida, qualquer clube e até mesmo o campo acadêmico, visto o parecer dos nossos avaliadores e o apoio do Santos para o lançamento. Nós fizemos um trabalho pelo futebol e é isso o que a Vila Belmiro representa. É a história do futebol que passou naquele campo e é essa história que nós quisemos contar. Nós nos apaixonamos muito pela Vila e por tudo que nós aprendemos com ela, e cada segundo deste documentário mostra isso. Temos certeza de que é um projeto que vai emocionar todo mundo que ama não só o Santos, mas o futebol brasileiro como um todo. É a prova que um trabalho de conclusão de curso pode sim ser prazeroso!

GRUPO TCC

Confira também:

– Deixem o futebol em paz – a elitização está acabando com o esporte mais popular do mundo

Interatléticas – Projeto promove jogos universitários para pequenas e médias atléticas de São Paulo

Confira também

manifestação paulista

“É hora de reagir” diz Ivan Valente

Por: Dora Alice Scobar – Fala! PUC   Ao chamar as reformas previstas por Temer de retrocesso, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>