Home / Colunas / MUBI – conheça a plataforma streaming de filmes clássicos, cults e de vanguarda

MUBI – conheça a plataforma streaming de filmes clássicos, cults e de vanguarda

Por Ana Luiza Andrade – Fala! Cásper

 

A princípio reconhecido como The Auteurs, o MUBI foi criado em 2007 por Efe Cakarel, com a finalidade de se tornar uma rede social e atingir o público dos cinéfilos, que se interessam por filmes de vanguarda, filmes cults e clássicos.

Com milhões de associados, hoje em dia o MUBI possui escritórios nos Estados Unidos, na Inglaterra, na Alemanha e na Turquia. Baseia-se em três partes: um serviço de vídeo sob demanda, um banco de dados sobre filmes e a revista eletrônica The Notebook.

O site é especializado em edições de luxo de filmes clássicos ou recentes. Com vários prêmios, o MUBI é repleto de textos, comentários, curtas, documentários e making-ofs. Além disso, faz parceria junto a World Cinema Foundation – instituição especializada em reconstituir obras desmemoriadas.

De forma simultânea, o conjunto dessas ações traz seu principal atrativo – uma larga escala heterogênea de vídeos disponíveis para assistir por meio de streaming, como, por exemplo, a versão de Alice No País das Maravilhas datada de 1903, ou o longa The Housemaid – clássico sul-coreano que, recentemente, ganhou um remake.

A sessão voltada para as novidades do mundo dos festivais, The Notebook, conta com relatos, resenhas e matérias atualizadas sobre os acontecimentos globais. Faz-se um acompanhamento de todas as críticas relevantes quanto à obra na mídia. Há ainda a sessão Garage, uma espécie de workshop online para ajudar jovens cineastas com seus primeiros passos, inclusive abrindo competições de curtas.

 

Tem custo?

A companhia associa-se com os festivais de Cannes e Berlim, para montar retrospectivas de curtas, com o MoMa de Nova York e com a Mostra de São Paulo. A assinatura pode ser de US$ 5,99 por mês ou de US$ 47,99 por ano. O usuário pode acessar pelo website, dispositivos móveis Android e iOS, além de Playstation e smart TVs. O Brasil está na lista de países do serviço.

Mas ainda assim, encontra-se ofertas de filmes gratuitos, principalmente durante os grandes festivais de cinema, que promovem transmissões online de alguns de seus filmes por meio do site.

O MUBI não está entre os líderes de mercado, visto que apresenta uma proposta única. Em vez de um catálogo extenso, a plataforma opera em sistema de curadoria, nos moldes de festivais de filmes de arte. Cada título é oferecido durante apenas 30 dias, dentro de um pacote de 30 produções, entre curtas, médias e longas, as quais, eventualmente, inclui seleções temáticas.

Como ferramenta social, o MUBI é um pouco demorado, mas existem fóruns de discussão em que cada membro pode interagir da maneira que quiser. Então, visite o site e escolha o seu filme!

 

Clique AQUI e confira também o canal do MUBI no YouTube

Confira também:

– Cinema Shell Open Air chega a São Paulo

– Os Meyerowitz: Família Não se Escolhe – Confira a resenha do filme

Confira também

Elenco e produção da Globo relembram sucessos de 2017 e anunciam novela de tema medieval para 2018

Por Tatiane Vieira de Melo – Fala! Universidades   A sexta-feira da CCXP17 lotou as ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *