Home / Universidades / FAAP / Mascarena – A Festa de Máscaras Organizada Pela Galera de Cinema da FAAP

Mascarena – A Festa de Máscaras Organizada Pela Galera de Cinema da FAAP

Em tempos de ódio, festejar é resistir !

capa 2

Um grupo de TCC do curso de Cinema da FAAP vai dar uma festa neste sábado (25/06), às 22:00h, para arrecadar grana e concretizar o curta-metragem de 15 minutos que eles estão produzindo. O filme é uma ficção e se chama Reexistir.

A festa vai contar com Food Truck (inclusive para quem é vegano), DJ a noite toda, uma banda fazendo aquele som ao vivo, Video Game e sorteio de rifas.

Além disso, vai rolar também um concurso de máscaras, para a pior e a melhor máscara do rolê.

Para fechar, o ingresso custa apenas 10 (DEZ!) reais, se você comprar antecipado lá na FAAP (todos os dias no prédio 5, das 9h às 11h30 e das 18h30 às 21h) ou na SP Escola de Teatro (procurar por Bia Borsatto).

Ou se preferir, pode ligar/enviar inbox para os organizadores da festa, acessando o evento no Facebook (clique AQUI para acessar).

MASCARENA_Experimento

Nós conversamos com a organização da festa e eles nos contaram um pouco do que vai ser este curta-metragem.

Karoline Ruiz, que faz parte da assistência de direção do filme, nos deu a seguinte sinopse:

“Em uma distopia onde um regime militar foi instaurado, Clarice é presa erroneamente e jogada em uma cela com presas políticas com as quais estabelece afetos e conflitos. As presas são identificadas apenas por siglas e são visualmente diferentes de Clarice. Em meio às torturas dos militares mascarados, Clarice conhece Chefe, jovem e charmoso líder do local, que vê nela uma possível companheira e cúmplice. Ela se utiliza disso para tentar sair da prisão, porém se vê mudando de posição conforme o sofrimento psicológico e moral de si e de suas companheiras. R, a matriarca do local, é com quem Clarice estabelece maior laço e, quando ela é levada para tortura, Clarice chega ao seu estopim. Mergulhada na pressão de um lado da sociedade que desconhecia, Clarice tem uma tomada de consciência e mata Chefe, assumindo a posição de qualquer outra presa daquele local”.

Renan Monteiro
Símbolo da nossa ditadura distópica, criado para o filme pelo designer Renan Monteiro.

 

Karoline ainda nos conta que o filme tem uma pegada de realismo fantástico, com grande influência do distanciamento Brechtiano. Sendo assim, os militares dessa ditadura fantasiosa usam máscaras em formatos fálicos, e isso inspirou a temática de nossa festa, que será uma festa de máscaras.

Clique AQUI e acesse o evento da festa no Facebook.

MASCARENA flyer4

MASCARENA_dança

Fyer miga

Por: Marcelo Gasperin – Fala! Universidades

Dê uma nota para esta festa!

Confira também

O trote de comunicação da FMU – confira

Fotos: Lincoln Uehara – Fala! FMU   Na quinta-feira da semana passada, os novos alunos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *