Home / Colunas / Lollapalooza – As novidades da edição 2017 e alguns perrengues clássicos de festivais

Lollapalooza – As novidades da edição 2017 e alguns perrengues clássicos de festivais

Por: Maiza Gondim – Fala! Cásper

 

Durante os últimos três anos, os festivais vêm ganhando muita força no Brasil. Em meio a tantos eventos internacionais, o Lollapalooza ganha destaque não só por sua grandeza, mas principalmente pela abrangência de público.

IMG-20170328-WA0020

Desde Metallica até Illusionize, um DJ goiano que vem conquistando cada vez mais o público, o Lolla tem como marca principal a diversidade e, principalmente, a mistura de públicos e cultura – objetivo alcançado com maestria.

O festival que aconteceu no último fim de semana, 25 e 26 de Abril, no Autódromo de Interlagos, reuniu mais de 40 atrações em 4 palcos diferentes, sendo o palco Skol, Onix, AXE e Perry’s – com direito a público recorde, com 100 mil pessoas no sábado e 90 mil no domingo.

IMG-20170328-WA0053

Dentro e fora do autódromo, era nítido que o evento cresceu mais do que o esperado, fator que dividiu opiniões e levantou uma série de pontos positivos e negativos da 6° edição do festival.

Disparado, o line-up foi o grande desataque positivo do evento. A maioria dos festivais que chegam ao Brasil são totalmente voltados para um tipo específico de público, diferente do Lolla, que veio para mostrar que tribos diferentes podem conviver e se divertir juntas, trocando experiências culturais entre si.

Sucesso nas últimas edições do festival, o Chef’s Stage é uma super praça de alimentação dentro do evento, além dos inúmeros Food Trucks espalhados pelo local, onde renomados chefes montam um cardápio especial para o público, inclusive com opções veganas e vegetarianas.

CHEFS STAGE

Além do Chef’s Stage, o evento conta com o Lolla Lounge, uma área VIP onde os fãs contam com regalias, como vista privilegiada dos palcos, banheiros exclusivos, open bar/food, e até uma after party com DJ!

LOUNGE

Outra novidade desta edição foi o sistema cashless. Já usado em outros festivais no Brasil, como a Tomorrowland, o sistema transforma o seu ingresso em uma pulseira, que te dará acesso ao festival e ainda funciona como uma espécie de comanda, para a compra de alimentos, bebidas e produtos oficiais no festival.

CASHLESS

Neste sistema você pode carregar online o valor que deseja colocar em sua pulseira, evitando e diminuindo as filas gigantescas nos caixas dentro do evento.

Conversamos sobre o sistema cashless com Gilberto Pappi, 19 anos, morador de Rio Preto, interior de São Paulo, que veio para a capital exclusivamente para participar do Lolla.

Quando perguntamos sobre as facilidades que o festival prometia com a pulseira, Gilberto afirmou que:

“De certa forma foi algo que me ajudou sim, e dá mais segurança no evento por não ter que levar dinheiro, mas o cashless não conseguiu diminuir as filas – eu enfrentei filas gigantes da mesma forma”.

IMG-20170328-WA0015

Por mais que o espaço alugado para a realização do evento fosse grande o suficiente, a estrutura deixou um pouco a desejar. As filas de espera nos bares e os Food Trucks faziam o público esperar cerca de quarenta minutos para comprar qualquer coisa, e o problema de superlotação não acabou lá dentro.

O Autódromo de Interlagos fica próximo a uma estação de trem da CPTM, mas devido ao horário do fim do evento, muitas pessoas que não conseguiram voltar para casa de transporte público, optaram por chamar táxis, e então tiveram outra surpresa: a frota de carros estava toda ocupada e os veículos livres cobravam mais de R$100,00 para levar o passageiro até seu destino final.

Mesmo com algumas falhas no percurso, o Lolla deixou os fãs muito satisfeitos. Prova disso foram os feeds das redes socais repletas de fotos do festival na última segunda-feira (27).

O evento já deixou saudades e encheu o coração dos amantes de festivais para a revelação das datas do evento em 2018!

IMG-20170328-WA0055

Confira também:

Cobrimos o show do Síntese no Sesc Pompéia – Confira!

– Fomos ver Les Mis

Confira também

Partiu Maceió: dicas para curtir o verão na capital de Alagoas

Por Beatriz Mazzei – Fala! Anhembi   O verão se aproxima e com ele, as ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *