Home / Colunas / Como lançar seu aplicativo?

Como lançar seu aplicativo?

Aprenda como colocar uma ideia de sucesso no ar.

Os apps vêm ganhando cada vez mais espaço no celular e na vida das pessoas. Hoje em dia é praticamente impossível pensar em nosso dia a dia sem pensar na facilidade que alguns aplicativos nos trazem. Atividades simples como pedir comida, encontrar um táxi ou fugir do trânsito são tarefas praticamente impossíveis de realizar nos dias de hoje sem a ajuda dos milagrosos apps.
Veja em números o crescimento do uso da internet e de aplicativos no celular em um comparativo entre os anos de 2015 e 2016 no Brasil:


Com este crescimento do uso da internet mobile, muitas ideias surgem e a vontade de criar um aplicativo e empreender martela diariamente na cabeça de alguns jovens criativos. Pensando nisso, fizemos um passo a passo de como lançar o seu aplicativo.

Antes de começarmos, é importante que você entenda a diferença entre um aplicativo Híbrido e um aplicativo Nativo.

Hibrido: este tipo de aplicativo é recomendado para quem tem um orçamento limitado para o desenvolvimento ou ainda está validando o produto. Seu desenvolvimento é realizado em uma plataforma só (web) e depois “ajustado” para celulares Android e IOS. Para acessar este tipo de aplicativo, o usuário precisa estar conectado à internet, pois na verdade o usuário está entrando em uma página da internet que foi adaptada para a tela do celular. Isso não necessariamente atrapalha a experiência de navegação do usuário, muitos aplicativos híbridos são muito bem desenvolvidos e mal dá para notar a diferença.

Nativo: é um aplicativo desenvolvido nas linguagens nativas Android e IOS. Este tipo de desenvolvimento costuma ser mais caro que os aplicativos híbridos, porque ele é feito em duas plataformas diferentes e consequentemente duplica o tempo e o trabalho de desenvolvimento. Este tipo de desenvolvimento é bastante indicado para aplicativos que utilizam algumas funcionalidades como câmera e GPS, pois como acessam o celular, proporcionam uma melhor experiência de navegação para o usuário quando desenvolvidos separadamente para cada plataforma.

Agora que você já está ambientado sobre os tipos de desenvolvimento, confira os passos para lançar seu app:

01. Tirando a ideia do papel

O primeiro passo é a validação da ideia. Para que seu aplicativo tenha sucesso é preciso responder a seguinte pergunta: “Sua ideia resolve algum tipo de problema?”. Ou seja, o que você está criando deve atender um grupo de pessoas que possuem uma determinada demanda. Em seguida você deve descobrir se as pessoas usariam o app que você está oferecendo. A melhor forma de fazer isso é por meio de pesquisas com seu público-alvo. E por fim, trabalhar em cima do seu Produto Viável Mínimo (MVP), que significa desenvolver uma versão do produto com funções básicas, que atenda essencialmente a demanda dos usuários e que em um futuro próximo será melhor adaptado para o uso dos consumidores.

 

02. Começando a desenvolver

Como a maioria dos bussiness, a primeira coisa que você deve ter para o start do desenvolvimento é o investimento. No mercado de aplicativos o valor pode variar bastante, começando em 30 mil reais e podendo chegar a 150 mil reais por plataforma (Android ou IOS). Este valor está diretamente atrelado à complexidade do seu aplicativo, o número de funcionalidade e a inteligência do sistema.
Uma dica importante é começar pelo design do produto, pois desta forma você consegue enxergar melhor suas funcionalidades, o fluxo tela a tela e a experiência de navegação do usuário.

 

03. Quero começar a desenvolver o aplicativo mas não tenho dinheiro

A grande maioria dos empreendedores passa por esta etapa em sua empreitada. Muitas pessoas tem boas ideias, mas não tem capital para investir e desenvolver um produto. Então está na hora de buscar um investidor para o seu aplicativo e para isso você deve estar preparado. O primeiro passo é montar seu “pitch deck”, uma apresentação que explica a proposta do aplicativo, quais problemas ele soluciona, qual tipo de público ele atende, porque este é o momento de lançamento da sua ideia, apresentar um estudo de mercado com possíveis concorrentes e, por fim, qual o valor que você precisa e como ele será gasto visando o crescimento do seu negócio.
O segundo passo é estar preparado para as reuniões com os investidores. Você deve estar seguro e ter todas as respostas na ponta da língua. Entenda que investidores buscam sempre o menor risco e quando se deparam com empreendedores convictos do que querem se sentem mais seguros.
O terceiro e último passo é mostrar para o investidor que você será um bom gestor e executor da sua empresa, pois além da ideia e do produto o investidor aposta também em quem estará à frente disso tudo, lidando com o dia a dia e fazendo tudo acontecer para que a startup tenha o crescimento desejado.

 

Confira também:

– 6 Profissões que estão em alta em 2017

– Matrícula em cursos online têm alto crescimento no Brasil

Confira também

Cantando na Chuva – confira nossa resenha sobre o musical

Por: Isabella von Haydin – Fala! Cásper   Com orquestra ao vivo, como em todo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *